artigos
Convibra Conference - RESISTÊNCIA À UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HOSPITALAR PELO CORPO CLÍNICO NA ERA DO COVID 19
RESISTÊNCIA À UTILIZAÇÃO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HOSPITALAR PELO CORPO CLÍNICO NA ERA DO COVID 19

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Administração da Informação

Acessos neste artigo: 95


Certificado de publicação:
Certificado de Oswaldo Luiz Oliveira
Certificado de Marcus Brauer

Certificado de participação:
Certificado de Oswaldo Luiz Oliveira

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Oswaldo Luiz Oliveira , Marcus Brauer

ABSTRACT
Com pandemia decorrente do COVID 19, aumentou a demanda dos Sistemas de Informação (SI) para o setor de saúde como, por exemplo, o uso de prontuários digitais e de telemedicina. O investimento em SI pode ser uma estratégia eficaz para reduzir o risco de contágio e para melhorar decisões médicas e administrativas. Apesar dos vários benefícios, pesquisas apontam que existe resistência do corpo clínico na utilização de SIs. O objetivo desta pesquisa foi descrever como e porque ocorre a resistência à utilização de SI hospitalar pelo corpo clínico. A presente pesquisa qualitativa foi realizada por meio de estudo de caso em hospital privado, por meio de entrevistas semiestruturadas e observação junto ao corpo administrativo e clínico. As evidências foram codificadas, agrupadas em categorias e as relações entre as categorias resultaram em cinco proposições. Os resultados encontrados foram unânimes quanto à falta de envolvimento dos usuários no sistema, a baixíssima capacitação formal, o impacto na qualidade e desperdício das informações pela falta de integração entre sistemas e o alto risco de degradação deles. Como contribuição prática esta pesquisa propõe uma maior vigília às lacunas apontadas causadores de resistência à utilização de sistemas de informação. Ações objetivas que avaliem o nível de utilização e conhecimento desses sistemas pelos usuários, desenvolvam meios de aprendizagem contínuos e dá sugestões para futuras pesquisas. 

Palavras-chave: Resistência, Sistemas de Informação Hospitalar, COVID-19

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ettore De Carvalho Oriol 09-02-2021 09:50:35

Artigo relevante tanto para a área de TI quanto para a area hospitalar, pois foca na resistência entre as áreas. O texto flui de forma bastante orgânica produzindo uma leitura agradável. A literatura utilizada é bem atual e relevante para o tema abordado, além de atual. O método se encaixa de forma precisa ao tema e dá conta de responder à questão de pesquisa. Os resultados estão bem embasados e revelam bem as questões levantadas segundo a uma conclusão que cruza os achados com a literatura revisada, gerando uma boa contribuição para o tema.

Foto do Usuário Henrique Vicente 09-02-2021 09:50:35

O artigo aborda a questão hospitalar em um momento em que, devido ao COVID 19, esse tema ganhou grande relevância. O artigo está muito bem apresentado e atinge de forma precisa os objetivos traçados, com uma conclusão interessante e atual.

Foto do Usuário Helbert Geraldo Da Silva 09-02-2021 09:50:35

O artigo não aborda substancialmente o tematizado, está generalizado e despreza questões relevantes como: fragmentação de sistemas de saúde; informatização ou computarização dos sistemas de informação (os hospitais têm ''n'' sistemas de informação vigentes e utilizados), os clínicos e outros profissionais utilizam esses sistemas. É fundamental considerar nos estudos hospitalares - Informação e saúde - a história dos nosocômios, motivos da precariedade da saúde, desafios hospitalares, carência de profissionais competentes; inexistência de gestão estratégica hospitalar; economia da saúde; política e planejamento de saúde; saúde & sistemas, medicina não é saúde e, essencialmente, considerar o profissional do conhecimento neste contexto. Foi editada e publicada, por um médico, especialista em informática, a revista Informática e Medicina - que muito contribuiu para o entendimento da tecnologia de dados na medicina. A questão covid-19 não teve abordagem para constar como parte do tema. A tecnologia utilizada na informatização dos sistemas é um recurso, mas o principal é um sistema bem definido, ergonômico, sinergético, seguro, de baixo custo e econômico. A resistência a mudanças é uma questão cultural de qualquer área, pois envolve: comodidade, poder, política, interesses diversos, etc. A judicialização da medicina / hospitais, é de extrema importância no estudo dos sistemas hospitalares. Reconheço o valor da proposta e do artigo. Parabenizo a autoria pela coragem de focar área tão sensível e carente.

Pesquisa extremamente atual e relevante relacionada a pandemia decorrente do COVID 19.

Foto do Usuário Adelmo Teotônio Da Silva 09-02-2021 09:50:35

O artigo tem uma abordagem muito pertinente para o contexto atual de pandemia, tendo em vista que os profissionais de saúde precisam lidar com informações consistentes que tragam segurança e a preservação da saúde, da vida. Por isso, a investigação tem uma grande relevância, diante do volume de informações compartilhadas nos tempos de pandemia.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.