artigos
Convibra Conference - Controladoria no Terceiro Setor: uma investigação sobre o uso das técnicas de controladoria na Associação Mãos Que Se Ajudam (AMQSA).
Controladoria no Terceiro Setor: uma investigação sobre o uso das técnicas de controladoria na Associação Mãos Que Se Ajudam (AMQSA).

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Terceiro Setor e Responsabilidade Social

Acessos neste artigo: 22


Certificado de publicação:
Certificado de Juliano Augusto Orsi de Araujo

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Juliano Augusto Orsi De Araujo , Marcelle Polyane Rodrigues Melo

ABSTRACT
A proposta da pesquisa é aliar a utilização da controladoria no terceiro setor da economia brasileira, em prol de uma determinada população. Para Nascimento e Reginato (2009), a controladoria tem um papel importante na gestão organizacional, no sentido de aprovisionar as informações relevantes que permitam a empresa reorganizar-se. O estudo favorece ao entendimento do cunho social na associação, identificada como um esforço coletivo de um grupo em busca de melhores resultados para suas atividades de bens e serviços oferecidos à sociedade. Para o entendimento do terceiro setor, é necessário o esclarecimento dos outros setores da economia na sociedade, fortalecem Cunha e Matias-Pereira (2012) e Campos et al. (2014), o primeiro setor (Estado), o segundo setor (Empresas privadas), e o terceiro setor (Atividades sem fins lucrativos). Corroborando com o exposto, Ebsen e Laffin (2004) integra o primeiro setor promovendo as ações públicas como saúde, educação e segurança, e suas tarefas são mantidas por meio de arrecadação de tributos. Para Coelho (2000) integra o segundo setor as ações que envolvem lucro sobre capital investido em atividade referente a trocas de bens e/ou serviços. Por fim, o terceiro setor identifica união da sociedade civil que se distinguem do Estado e das empresas privadas, conforme explicam Peroni, Oliveira e Fernandes (2009) ao terceiro setor integram à parceria público-privado no contexto de expansão do Brasil, destinado à inclusão social, resgate e recuperação da cidadania, a partir do atendimento individual ou a grupos de pessoas que vivem em conjuntura de vulnerabilidade social. Putnam (2007) esclarece que as associações têm papel importante no desenvolvimento eficaz e na contribuição da sociedade num governo democrático, não somente pela existência de seus efeitos internos sobre os indivíduos, como também pela existência de seus efeitos externos sobre a sociedade. 
Na observação em campo e aplicação do questionário com 16 perguntas fechadas aos associados e no roteiro de entrevista com 18 perguntas abertas direcionada a fundadora ex-presidente, atual presidente e o contador externo, totalizando dessa forma 34 questões com as seguintes temáticas: caracterização do entrevistado (a), caracterização da associação e percepção sobre a atuação da controladoria e informações econômico-financeiras. Identificou-se preliminarmente o baixo conhecimento dos associados nas técnicas abarcadas pela controladoria no terceiro setor. E por unanimidade, o questionário direcionou o contador externo para responder as questões de controladoria na AMQSA. Assim, o estudo obteve resposta positiva do contador externo para utilização do uso das técnicas de controladoria nas perguntas semiestruturadas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Nilceia Cristina Dos Santos 09-02-2021 12:50:35

Precisa inserir mais autores relevantes sobre o Terceiro Setor (TS). Sugestão: na metodologia precisa entrevistar a presidenta, as decisões finais passam por ela. Comentário: Não conheço a Associação, mas, por experiência em outros estudos sobre o TS, a unanimidade em pedir para procurar o contador, provavelmente se deva a falta de conhecimento sobre o assunto, o que futuramente dificultaria a implantação de um sistema por falta de pessoa com conhecimento para inserir os dados. É comum as OTS serem melhores administradas quando o gestor/presidente é formado em áreas gerenciais (administração, contabilidade e direito).

Foto do Usuário Ana Flávia Albuquerque Ventura 09-02-2021 12:50:35

O artigo tem um tema muito interessante. Entretanto, faltou justificar o porquê de se avaliar apenas uma entidade social e qual a relevância dessa Ong no local em que está instalada. Faltou relacionar esta pesquisa com outras pesquisas da área, com o intuito de mostrar qual o diferencial desta. As informações sobre a quantidade de questões e respondentes deveriam constar na metodologia e não na análise dos resultados. O artigo não apresenta os resultados do questionário, como também, não compara com resultados de outras pesquisas. Sugiro elencar as respostas das principais perguntas na análise dos resultados.