artigos
Convibra Conference - Impacto do Fair Play Financeiro nos Honorários de Auditoria: Uma Análise dos Clubes de Futebol Espanhóis
Impacto do Fair Play Financeiro nos Honorários de Auditoria: Uma Análise dos Clubes de Futebol Espanhóis

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Acessos neste artigo: 30


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Ahmed Sameer El Khatib

ABSTRACT
O chamado Fair Play Financeiro (FPF) não é uma ferramenta nova. A ideia de ter um conjunto de regras e medidas de controle financeiro dos clubes nasceu em 1962, na Alemanha, quando da criação da Fußball-Bundesliga, a liga nacional de clubes. No regulamento da liga constava que todos os clubes participantes deveriam apresentar equilíbrio financeiro em sua atividade, monitorado pela liga através da adoção de índices econômico-financeiros. Na Europa, o FPF entrou em vigor em 2011. Após ajustes, com medidas e punições aplicadas no cenário europeu, combatendo gastos desmedidos, o regulamento entrará em funcionamento no Brasil a partir de 2020 na Série A, já com a implantação dos primeiros itens, e na Série B, como orientação. De acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o modelo será inserido gradativamente, ao longo de quatro anos. Dessa forma, o presente artigo analisa se os regulamentos do Fair Play Financeiro (FPF) estabelecidos pela União das Associações Europeias de Futebol (UEFA) influenciaram os honorários de auditoria cobradas dos clubes de futebol. Além disso, explora os determinantes dos honorários de auditoria, fato que poderia antecipar os efeitos nos clubes de futebol brasileiros. Utilizamos um teste t para duas amostras com variâncias iguais para determinar se existem diferenças. Em seguida, realizamos uma regressão de dados em painel com efeitos fixos dos clubes para estimar os determinantes dos honorários de auditoria nos clubes de futebol. Nossas descobertas revelaram um aumento nos honorários após a implementação dos regulamentos do FPF. Além disso, os honorários de auditoria foram explicados pela presença de investidores estrangeiros se a empresa de auditoria era uma das Big Four e se o auditor era do sexo feminino. A alteração da regulamentação teve um impacto nos honorários de auditoria cobrados pelos auditores pelos seus serviços. No entanto, esse aumento poderá ser compensado nos próximos anos, devido à melhoria da situação financeira dos clubes; portanto, o risco dos auditores diminui e os honorários de auditoria de anos subsequentes poderiam ser reduzidos.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Nadielli Maria Dos Santos Galvão 09-02-2021 12:50:35

O trabalho é bastante interessante e bem desenvolvido. O objetivo poderia ter ficado mais evidente, os autores escreveram apenas: Este artigo tem como objetivo preencher essa lacuna na literatura. Apesar de ficar claro durante a construção do contexto, é interessante deixar mais claro, principalmente visando leitores na graduação ainda desacostumados com a linguagem científica.

Foto do Usuário Lucas Gomes Mendonça 09-02-2021 12:50:35

O trabalho é bastante interessante e desafiante pois traz uma discussão fora do Brasil que pode ser adotada com benchmarking futuros no processo de profissionalização do esporte no país, contudo, apresenta falhas naturais e pontos a serem melhorados. Por exemplo, o resumo é muito extenso em sua contextualização, se afastando assim do objetivo de um resumo que é uma comunicação rápida que destaque o objetivo, metodologia e resultados do estudo. Na introdução, objetivos se confundem com justificativa. A revisão de literatura que dá suporte à construção da hipótese poderia ser um pouco mais aprofundada e não reflete o volume de estudos anteriores citados na introdução para suportar o estudo.

Foto do Usuário Roberta Carvalho De Alencar 09-02-2021 12:50:35

O trabalho traz uma discussão muito interessante sobre honorários de auditoria aplicados aos times de futebol, com uma extensiva revisão da literatura e metodologia e análises adequadas aos objetivos propostos. Fica como sugestão para futuras versões suprimir o trecho em que faz uma análise detalhada das variáveis utilizadas na análise. Por não estarem relacionadas aos objetivos da pesquisa, a análise se torna pesada e desfoca o leitor do assunto. Um outro artigo poderia tratar e explorar os achados relacionados aos indicadores econômicos financeiros e a relação com os resultados esportivos.

Trabalho interessante, pois apresenta a relação abordada entre os regulamentos do Fair Play Financeiro com os serviços de auditoria contratados pelos clubes, mostrando que o papel da auditoria e da contabilidade é muito importante na gestão financeira dos clubes, e deixo a sugestão de uma abordagem mais detalhada dessa relação. Acredito que o objetivo poderia ser mais detalhado para melhor visualização do mesmo pelos leitores. A aplicação do regulamento Fair Play Financeiro beneficiou ou prejudicou os clubes de menor poder aquisitivo?