artigos
Convibra Conference - Impacto no Sistema de Saúde da Pandemia por COVID-19
Impacto no Sistema de Saúde da Pandemia por COVID-19

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Acessos neste artigo: 23


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Helen Maria Da Silva Gomes , Elias Dib Caddah Neto

ABSTRACT
O coronavírus é um dos principais patógenos que tem como alvo principal o sistema respiratório humano. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças virais continuam a surgir e representam um problema sério para a saúde pública. Este novo vírus é muito contagioso e se espalhou rapidamente em todo o mundo. Os governos mundiais estão trabalhando para estabelecer contramedidas para conter possíveis efeitos devastadores. As organizações de saúde coordenam os fluxos de informações e emitem diretrizes para melhor mitigar o impacto da ameaça. Assim, este artigo tem como objetivo avaliar o impacto no sistema de saúde brasileiro. O primeiro caso, no Brasil, foi de um brasileiro de 61 anos que viajou de 9 a 20 de fevereiro de 2020 para a Lombardia, norte da Itália, onde está ocorrendo um surto significativo. O Brasil segue as recomendações da OMS e as recentes evidências científicas geradas pela China e pela Itália. Como o colapso dos sistemas de saúde é a principal preocupação da maioria dos países atingidos pela pandemia, recomenda-se a redução dos picos epidêmicos para evitar uma sobrecarga no sistema de saúde para lidar adequadamente com a crise. Embora o Brasil esteja tentando implementar medidas para reduzir o número de casos, principalmente focados no distanciamento físico, é esperado um aumento nos casos do COVID-19 nos próximos meses. Vários modelos matemáticos mostraram que o vírus estará circulando potencialmente até meados de setembro, com um pico importante de casos em abril e maio. Assim, existem preocupações quanto à disponibilidade de unidades de terapia intensiva (UTI) e ventiladores mecânicos necessários para pacientes hospitalizados com COVID-19, bem como a disponibilidade de testes diagnósticos específicos para a detecção precoce do COVID-19 e a prevenção de transmissão subsequente.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Eduardo Augusto Damin Do Amaral 09-02-2021 12:50:35

O tema foi atual e a previsão de crescimento dos casos sindicados foi valido, o impacto foi e continua sendo real, apenas acredito que este artigo não se encaixaria na área de contabilidade e sim no tópico de evidencias cientificas e relatos de experiencia sobre o COVID-19. Minha pergunta é se os autores acreditam que se a estrutura politica brasileira fosse outra, o efeito aqui seria diferente, pois podemos perceber com base em outros países, como tem funcionado a redução da curva, enquanto no Brasil os casos continuam crescendo em certas regiões.

Foto do Usuário Joselita Anunciacao Santos 09-02-2021 12:50:35

Parabéns aos autores, o tema é relevante e oportuno, entretanto alguns problemas precisam ser destacados. A introdução não discute a oportunidade acadêmica da pesquisa e nem as contribuições que ela pode oferecer. O texto apresenta erros de grafia, pontuação, frases muito longas, ausência de alguns conectores textuais. Os procedimentos metodológicos estão muito resumidos e incompletos, por isso, atende parcialmente o rigor científico. Não foi mencionada na introdução a originalidade desta pesquisa. O que ela traz de diferente das demais e por que é importante?

Assunto de temática bastante relevante e atual. Ficou um trabalho não muito robusto, mas é compreensível uma vez que é um assunto que ainda possui poucos estudos para serem embasados. Seria possível realizar uma análise de epidemias ocorridas no passado, como a gripe espanhola, para, de algum modo, conseguir antecipar e minimizar as consequências da pandemia atual?

Foto do Usuário Luis Fernando Da Rocha 09-02-2021 12:50:35

Pesquisa relevante para o contexto atual caracterizado pelas incertezas.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.