artigos
Convibra Conference - Análise da funcionalidade de pacientes que realizam atividade físicas
Análise da funcionalidade de pacientes que realizam atividade físicas

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde

Acessos neste artigo: 20


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Ana Paula Nassif Tondato Da Trindade , Aryelle Cristina Rodrigues Castro , Ritta De Cássia C. Oliveira Borges , Fabrício Borges Oliveira

ABSTRACT
Introdução: A Atividade Física pode ser definida como qualquer movimento corporal produzidos pelos músculos que requeiram gasto de energia, tem como objetivo melhorar ou manter o condicionamento físico, a prática da atividade física faz bem para o corpo e para a mente. Tem várias vantagens como redução do risco da pressão arterial, doenças cardíacas, além disso fortalece os ossos e músculos, reduz a ansiedade e o estresse. O envelhecimento é um processo natural da vida adulta, tendo o desgaste do corpo e das células, sofrendo mudanças fisiológicas com o passar dos anos. Objetivos: Avaliar a funcionalidade, através do WHODAS dos grupos que praticam atividades físicas, avaliar o nível de incapacidade funcional dos praticantes. Metodologia: Essa pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética de Pesquisa do Uniaraxá-CEP sobre o número 2943/41, nos moldes da Resolução 466/12, sendo caracterizada do tipo transversal, descritiva e qualitativa. Resultados: Foram avaliados 42 participantes com idade média 60,7 sendo a maioria mulheres, todos independente na comunidade. No questionário Oswestry, 45% dos pacientes apresentaram incapacidade moderada. Os resultados obtidos pelo WHODAS apontam que o melhor domínio avaliado foi o domínio relacionamento com as pessoas, 74% não relataram ter dificuldade em manter uma amizade e o pior domínio avaliado foi concentrar-se por 10 minutos, onde 8% dos entrevistados não conseguem realizar essa atividade. Conclusão: Podemos relatar que a maioria dos pacientes não apresentava alterações de funcionalidade.
Palavras Chaves: Atividade física, Funcionalidade e Incapacidade.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Bárbara Aguiar Silva Oliveira 09-02-2021 12:50:35

trabalho muito em escrito, e aborda um tema relevante

Foto do Usuário Camila De Lima Bento 09-02-2021 12:50:35

Trabalho muito bem escrito e que aborda um tema relevante e atual.

Foto do Usuário Natalia Quevedo Dos Santos 09-02-2021 12:50:35

Trabalho com um tema relevante porém, a introdução não deve ser separar por tópicos.

Foto do Usuário Sofia Caroline Mesquita Lacerda 09-02-2021 12:50:35

Trabalho com linguagem clara e objetiva, tema bem escolhido dentro da proposta de abordagem.

Foto do Usuário Kedma Teixeira Montedori 09-02-2021 12:50:35

Parabéns pela iniciativa. Contudo o estudo apresenta alguns erros metodológicos, não ficou claro quais os critérios de inclusão visto que seriam maiores de 50 anos e os resultados apontam:'' Foram avaliadas 50 participantes dos programas com idade variando entre 28 a 86 anos''. não ficou claro qual a media de idade de acordo com o sexo o que deixa desconexo referencias como:''...Esses resultados são observados também em nosso estudo onde a maioria dos participantes são mulheres e aposentados.'' A descrição dos achados a seguir ficou muito confusa ''A média da idade foi de 60,7±10,10 anos, com maioria 95,2% mulheres, 57,1% casados, 57,1% aposentados'' . Uma tabela como a descrição da amostra ajudaria a alocar esses resultados de modo mais claro. Acredito também que reunir resultados e discussão prejudicou a compressão, sugiro exposição dos resultados e posteriormente discuti-los.

Foto do Usuário Brenda Tayrine Tavares Souza 09-02-2021 12:50:35

Trabalho com temática interessante mas teve algumas falhas nos critérios de inclusão.

Parabéns aos autores. Artigo excelente e muito bem escrito. Tema relevante e atual para a saúde publica.

Foto do Usuário Taecia Da Cunha Soares 09-02-2021 12:50:35

O tema é bastante atual e relevante para sociedade como um todo, apresentando uma ótima revisão de literatura, assim como o método escolhido para a pesquisa e a apresentação dos resultados. Sugiro apenas uma melhor apresentação na coesão do texto, posto que em alguns momentos senti falta de conectivos no qual proporcionam uma leitura mais fluida e interligada do mesmo. Parabéns aos autores.