artigos
Convibra Conference - Interculturalidade em saúde: contribuições metodológicas para a saúde coletiva
Interculturalidade em saúde: contribuições metodológicas para a saúde coletiva

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Políticas Públicas de Saúde

Acessos neste artigo: 21


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Tatiana Pereira Das Neves Gamarra

ABSTRACT
A interculturalidade em saúde significa o conjunto de ações e políticas que buscam reconhecer e incorporar a cultura do usuário no processo de atenção à saúde. Nesse sentido,  esse ensaio busca discutir como as contribuições metodológicas da interculturalidade em saúde podem subsidiar ações mais efetivas de saúde coletiva. Duas estratégias metodológicas são apresentadas: os conceitos-ponte e a metodologia de encontros de enriquecimento mútuo. A partir das bases da interculturalidade em saúde, a saber, reconhecimento
da diversidade, respeito às diferenças, relações equitativas e enriquecimento mútuo  conclui-se que suas estratégias metodológicas podem contribuir para ações de saúde coletiva mais efetivas uma vez que promovem o fortalecimento da participação social em saúde.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Melissa Motta Felício 09-02-2021 12:50:35

Temática relevante para a reflexão da saúde coletiva e as práticas das políticas públicas de saúde. Senti falta de citar de forma mais direta o SUS e seus princípios constitucionais, já que as contribuições metodológicas da interculturalidade podem fortalecer aspectos como a participação social e a equidade.

Foto do Usuário Carolina Serrati Moreno 09-02-2021 12:50:35

Temática muito importante para a discussão. O artigo trouxe pontos muito importantes. Um maior aprofundamento na literatura, trazendo uma revisão mais aprofundada poderia trazer informações ainda mais importantes para a discussão.

Foto do Usuário Mislândia Marques Mota 09-02-2021 12:50:35

A temática tem grande relevância social e as ideias do artigo estão muito bem articuladas ao longo do texto, dessa forma, os objetivos propostos foram alcançados, de forma compreensível.

Foto do Usuário Bruno Ribeiro Da Mota 09-02-2021 12:50:35

É muito importante uma gestão participativa e também uma esculta qualificada (acolhimento) dos profissionais de ponta para se conhecer a real demanda da população do território e assim uma coerência na tomada de decisões das prioridades a serem abordadas seja na gestão da unidade de saúde ou seja no projeto terapêutico singular.