artigos
Convibra Conference - PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E AUDITORIA INTERNA: A SUA IMPORTÂNCIA DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E AUDITORIA INTERNA: A SUA IMPORTÂNCIA DENTRO DAS ORGANIZAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Acessos neste artigo: 23


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Jose Arilson De Souza , Elder Gomes Ramos , Kênia Luzia Vieira

ABSTRACT
O planejamento estratégico busca o mapeamento do caminho a ser perseguido. Este estudo teve como objetivo analisar como o planejamento estratégico e a auditoria interna podem contribuir para auxiliar a gestão dentro das organizações. Utilizou-se estudo exploratório-descritivo, pesquisa bibliográfica, pesquisa de campo com abordagem qualitativa, tendo como método o dedutivo. O método de pesquisa, foi adotada a entrevista por acessibilidade, com roteiro semiestruturado que foi aplicada ao (a) gestor (a) de 1 (um) supermercado da cidade de Cacoal/RO. A coleta de dados aconteceu no mês de agosto de 2019. E, no tratamento dos dados a análise de conteúdo. Com base no estudo realizado junto ao supermercado no processo de planejamento estratégico, notou-se que, o que levou a empresa a optar pelo planejamento estratégico, foi o fato de considerar primordial para a empresa ter um norte a se seguir, uma vez que direciona a empresa dentro do longo prazo. Sendo realizado análise do desenvolvimento do processo de plano estratégico ao final de cada ano. Porém, os resultados indicaram que a análise dos processos de planejamento estratégico atendeu aos objetivos propostos, pois ficou demonstrado que o supermercado possui a preocupação de estar sempre se planejando. Enquanto que a análise de como o planejamento estratégico e a auditoria interna podem contribuir para auxiliar a gestão dentro das organizações, atenderam parcialmente aos objetivos propostos nesta pesquisa, visto que ficou evidente que ainda é considerado um pouco incipiente, tendo em vista por parte do (a) entrevistado (a), a pouca informação a respeito da auditoria interna no momento atual. Percebeu-se também, uma possível participação de terceiros nas decisões da empresa. Assim, os resultados demonstraram que a empresa faz uso do planejamento estratégico, já quanto ao departamento de auditoria interna, ainda não possui, mas que já está em fase de implantação.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Allexandre Lugão Do Nascimento 09-02-2021 12:50:35

1) Como objetivo, me parece que um dos objetivos é mostrar justamente como a auditoria interna contribui para o Planejamento estratégico, porém nos que foram apresentados, falta deixar isto mais claro. 2) Existem alguns poucos erros gramaticais e de ortografia, contudo, de modo geral, não impacta na fluidez da leitura. 3) Por tratar-se de um tema que compreende a atividade de Auditoria Interna, entendo que poderiam ser utilizado o IPPF do Insituto de Auditores Internos (IIA) para embasar a forma com a qual os Auditores Internos podem contribuir para o planejamento da empresa. Se possível, inclusão como referencial teórico. 4) É citada a análise SWOT, então convém trazer a referência quanto a ela - sua origem, principalmente. 5) A auditoria interna vem assumindo posições de consultoria dentro das organizações, conforme demonstrado por estudos do IIA. Com isso, ela não assume posição de asseguração, de uma forma que pode contribuir ainda mais com a companhia. Além disso, possui posição em terceira linha de defesa das companhias, com isso, está diretamente ligada a governança da companhia, respondendo diretamente ao Conselho e garantindo independência. Convém buscar a literatura do IIA para aprimorar essa questão. 7) Principios Fundamentais da AI: Demonstrar integridade; Demonstrar a proficiência e o zelo profissional devido; Ser objetivo e livre de influências indevidas (independente); Estar alinhado às estratégias, objetivos e riscos da organização; Estar devidamente posicionado e com recursos adequados; Demonstrar qualidade e melhoria contínua; Comunicar-se de modo efetivo; Fornecer avaliações baseadas em risco; Ser perspicaz, proativo e focado no futuro; Promover a melhoria organizacional. 8) Não é papel do auditor interno detectar fraudes, mas estar atento aos riscos de fraude e avaliar a efetividade dos controles que mitiguem estes riscos. 9) Em alguns momentos do artigo levanta-se o papel da auditoria interna para asseguração de registros contábeis. Porém, convém diferenciar os papeis da auditoria externa e da interna, visto que a externa tem viés financeiro/contábil e a interna é mais abrangente. 10) Senti falta de saber qual a ferramenta utilizada pela empresa entrevistada para criação do plano estratégico. Por exemplo, existe hoje um BSC? 11) Se a auditoria interna ainda não foi implementada no supermercado, como o respondente classificou as questões 14 a 17 como ''Concordo Plenamente''? Entendo que se baseiam na percepção e não na realidade. Houve distinção desse tipo de resposta? Cabe uma análise para segregar esse tipo de resposta. 12) Existem pesquisas das empresas chamadas de Big 4 (PwC, KPMG, DTT e EY) que falam da importância da Auditoria e o que preconizam atualmente. Poderia ser utilizado como comparação para o que foi apresentado. 13) As conclusões sobre a importância do Planejamento estratégico me parecem vagas. Caberia um discussão do impacto efetivo dela na companhia e as mudanças percebidas no processo. 14) Em dado momento, principalmente na conclusão há uma confusão sobre o planejamento estratégico e o planejamento operacional. Convém deixar mais explícita a diferença e as análises feitas. 15) Fala-se sobre a participação de terceiros nas decisões da empresa, mas não falam quais e quais os impactos. Porque isso é relevante? Influenciou no planejamento estratégico? Influenciou na percepção de implementarem uma AI? 16) Poderia ser melhor contextualizada a empresa, para que o leitor tenha consciência do tamanho, operação / saber que é supermercado de médio porte acaba sendo vago. Carece de mais detalhes para entender o real cenário trabalhado, ainda mais que diz não ter porte para implementar uma auditoria interna.

Foto do Usuário Vanderlei Ferreira De Sena 09-02-2021 12:50:35

O tema é relevante. Alguns erros de português. Mas o trabalho está muito bom.

Foto do Usuário Angélica Alves De Almeida Miguez 09-02-2021 12:50:35

Embora a proposta seja o estudo do Planejamento Estratégico e da Auditoria Interna nas Organizações, percebe-se que não houve o cumprimento satisfatório do objetivo, tendo em vista que a empresa selecionada não possuía departamento de Auditoria Interna. Há afirmações equivocadas sobre o objetivo da Auditoria Interna, como por exemplo: item 2.3 (página 4), pelo qual se afirma que '' a auditoria interna constitui-se numa ferramenta que traz validade para as informações e ao mesmo tempo assegura que os controles internos sejam eficazes'' e item 2.4 (página 6) ''Ademais, ao se responsabilizar pela elaboração e análise de modelos e sistemas de informação de natureza orçamentária, a auditoria interna passa a ser também a responsável pelas melhorias das ações administrativas''. A Auditoria Interna não tem o papel de assegurar eficácia dos controles internos e tão pouco de ser responsável pelas melhorias das ações administrativa, tendo em vista que sua atividade consiste na avaliação da eficácia dos controles internos e da gestão de riscos. Ademais, não foi abordado sobre a independência e objetividade da Auditoria Interna, bem como o contexto atual da metodologia das Três Linhas, adotada nas organizações, conforme orienta o Instituto de Auditores Internos IIA. Percebe-se, também, a ausência de vírgulas, o emprego inadequado do termo ''onde'' e ''aonde'', e, ainda, a repetição de trechos do Resumo na Introdução. Embora tenha sido citado o Apêndice A, este não foi localizado (item 3, página 7).