artigos
Convibra Conference - DISPOSIÇÃO EMPREENDEDORA DE UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS
DISPOSIÇÃO EMPREENDEDORA DE UNIVERSITÁRIOS BRASILEIROS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Empreendedorismo e inovação

Acessos neste artigo: 21


Certificado de publicação:
Certificado de Nilton César Lima

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Nilton César Lima , Lelayne De Araújo Dutra , Jamerson Viegas Queiroz , Fernanda Cristina Barbosa Pereira Queiroz , Eduardo Lopes Marques

ABSTRACT
O ensino superior é universalmente reconhecido como um pilar chave na construção das novas economias do conhecimento. No entanto, a universidade brasileira, de forma geral, não explora o seu potencial de inspirar e estimular a ambição e inovação nos alunos. Não há mecanismos políticos, institucionais e legais que incentivem a transferência de tecnologia acadêmica no Brasil de modo efetivo e contributivo entre pesquisadores universitários e organizações. Na ausência de um elo efetivo entre universidade e empresas, torna-se relevante saber se universitários configuram-se dispostos em empreender baseando-se nas próprias características e desejos, do que apenas cotejado por tais mecanismos que superficialmente tem estreitado interesses mais pelas patentes da universidade. Aproximar o desejo de empreender com a pesquisa aplicada e o conhecimento de planos de negócios tem proporcionado em empreendimentos iniciantes? Fica a hipótese de uma negligência, que se reflete na disposição de jovens empreendedores universitários em promover desenvolvimento econômico e consolidar a transferência de conhecimento. Assim, esse estudo objetiva analisar como se comporta a intenção empreendedora dos universitários brasileiros. O campo de investigação remete-se às Empresas Júniores do país, cujo uso da Modelagem de Equações Estruturais representará o método de investigação. Para tanto, realizou-se uma survey com abrangência nacional alcançando 445 alunos. Como instrumento de coleta de dados, utilizou-se um questionário estruturado baseado na Teoria do Comportamento Planejado. O estudo atendeu aos critérios estatísticos para sua validação, além de apresentar um índice de ajustamento moderado explicando 64,9% da intenção empreendedora com apenas uma hipótese rejeitada. Os achados dessa pesquisa sugerem lacunas na atuação do governo e das universidades na promoção da educação empreendedora e trazem implicações para estudiosos da educação empreendedora, universidades e formuladores de políticas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Danielle Pereira Lovatto 09-02-2021 12:50:35

Excelente trabalho e tema, aborda questões interessantes.

Foto do Usuário Ida Luciana Martins Noriler 09-02-2021 12:50:35

Entendo que este artigo pode e deve ser publicado em revistas. E seria bacana ampliar para uma relação com a atuação das universidades também com empreendedorismo, não?

Foto do Usuário Henrique Taite Mendes 09-02-2021 12:50:35

Sugestão: achei o trabalho muito completo e interessante. Penso que seria válido trazer uma linguagem mais simples a respeito da estatística em geral, para o entendimento de todos. Dúvida: este estudo já foi entregue de alguma forma, ou há intenção em apresentá-lo ao governo e às IES para preenchimento das lacunas que estes apresentam em relação à promoção da educação empreendedora?

Foto do Usuário Levi Cunha Braga 09-02-2021 12:50:35

O tema é muito interessante e atual. O referencial está bem escrito, porém, sugiro atualização no dado do GEM (Global Entrepreneurship Monitor) 2016, temos pesquisas mais atuais dessa mesma fonte. A metodologia foi bem explicada. Em relação a limitação da pesquisa, o que acham de abrir o campo de investigação? ou os universitários seriam só os componentes das Empresas Júniores? Acredito que consigam respostas dos estados que faltaram, se o campo de investigação for mais abrangente. No geral, a pesquisa foi muito escrita! Parabéns!

Foto do Usuário Alexia Silva Zeferino 09-02-2021 12:50:35

Tema atual, relevante e completo. Trabalho bem escrito e de fácil entendimento. Parabéns.

Foto do Usuário Jussara Maria Lima 09-02-2021 12:50:35

Excelente artigo. Recorda -me uma curiosidade minha durante a graduação e um tema de interesse para um TCC na área de Administração.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.