artigos
Convibra Conference - PROTÓTIPOS DE ALIMENTOS FUNCIONAIS: BOLINHO A BASE DE FARINHA DA CASCA DE MARACUJÁ, CHIA, XILITOL COM CREME DE CAMOMILA E SUCO A BASE DE ÁGUA DE COCO
PROTÓTIPOS DE ALIMENTOS FUNCIONAIS: BOLINHO A BASE DE FARINHA DA CASCA DE MARACUJÁ, CHIA, XILITOL COM CREME DE CAMOMILA E SUCO A BASE DE ÁGUA DE COCO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Tecnologia de Alimentos

Acessos neste artigo: 79


Certificado de publicação:
Certificado de leonardo ribeiro miedes

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Danielle Castro Oliveira , Leonardo Ribeiro Miedes , Laís Aline Silva De Souza , Bruce Novaes Maia Santos , Kamilla Mayhanna De Medeiros Cabral , Ana Paula Rosa Da Silva Camargo , Sandra Aquino De Alves Melo

ABSTRACT
O uso de alimentos funcionais combinados com uma dieta equilibrada pode ser relacionado com a melhoria da qualidade de vida.  Mediante isto, o objetivo principal deste trabalho foi desenvolver um protótipo de alimento funcional que seja capaz de proporcionar qualidade de vida para indivíduos da população brasileira que sejam acometidos com o Diabetes Mellitus tipo 2 (DM2). A DM2 é uma doença metabólica crônica caracterizada por níveis de glicose elevados no sangue, devido a uma dificuldade total ou parcial na produção de insulina ou até mesmo a uma resistência na sua ação. De acordo com a necessidade de fornecer variedade de alimentos funcionais para o público alvo especificado (DM2) foram desenvolvidos um bolinho denominado de “Calm Cake” e um suco denominado “Calm Juice”. Os ingredientes utilizados no desenvolvimento dos protótipos foram escolhidos mediante pesquisa bibliográfica em artigos científicos e em estratégias de aprendizado apresentadas na disciplina de Tecnologia de Alimentos do curso de graduação em Farmácia. Para o desenvolvimento do “Calm Cake” foram utilizados: o xilitol, a farinha da casca de maracujá, a camomila e a chia; e para o desenvolvimento do “Calm Juice” foram utilizados a água de coco de coco e o crambery. No controle de qualidade tanto do bolinho quanto do suco, foram realizadas análises físico-químicas de teor de umidade, cinzas, pH além de análises microbiológicas de contagem de bactérias mesófilas e titulação para determinação do teor de vitamina C. Os resultados obtidos apresentaram valores aproximados com àqueles observados na literatura, como dados declarados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Na falta de uma grande variedade de alimentos que atendam às exigências de pessoas portadoras de DM2 é necessário o desenvolvimento de alimentos que atendam às necessidades diárias deste público alvo, para que seja possível ter uma dieta balanceada que auxilie no controle da patologia e seja sensorialmente aceitável pela população.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário David Santos Rodrigues 09-02-2021 09:50:35

É ideal colocar os objetivos no final da introdução, com o seguinte texto ''Objetivou-se...'' Melhorar a discussão dos resultados.

Foto do Usuário José Eliseu Dos Santos Filho 09-02-2021 09:50:35

Tema muito interessante e desenvolvimento do texto também , tendo em vista também que a reutilização de resíduos deve ser sempre considerada.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.