artigos
Convibra Conference - MÃO INVISÍVEL OU MÃO EMPREENDEDORA?: Uma Análise da Convergência do Mercado ao Estado de Equilíbrio
MÃO INVISÍVEL OU MÃO EMPREENDEDORA?: Uma Análise da Convergência do Mercado ao Estado de Equilíbrio

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Empreendedorismo e inovação

Acessos neste artigo: 23


Certificado de publicação:
Certificado de Georgia Patrícia da Silva Ferko

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Georgia Patrícia Da Silva Ferko , Ingrid Cardoso Caldas , Jelson Silva Dos Santos

ABSTRACT
O processo de coordenação entre os planos dos participantes do mercado, a levar para um estado de equilíbrio, é considerado por uma parte da literatura liberal como decorrência da atuação da mão invisível no mercado, a ideia é que os agentes, quando, são deixados livres para realizarem trocas, seriam levados a um resultado que maximizaria o bem-estar da sociedade. Este trabalho tem como objetivo analisar o processo de coordenação entre os planos dos participantes do mercado, ao enfocar a interação entre as ações dos indivíduos que ocorrem de forma descentralizada e que poderão ou não acarretar em um possível equilíbrio de mercado. O método de estudo baseia-se em pesquisa bibliográfica, ao ser utilizado como base a Teoria da Atividade Empresarial (TAE) do economista Israel Kirzner (2012). Um dos resultados obtidos sugere que a ideia de Adam Smith (1776) omite o papel crucial que o empreendedor desempenha na economia, e que estes agentes atuam no mercado identificando e explorando as oportunidades de lucro nos mercados, fazendo os recursos se aproximarem de uma alocação mais eficiente. Constata-se,  que o empreendedor, durante o processo de mercado influencia na tendência ao equilíbrio e que os planos dos agentes não são coordenados pelo o que se denomina de mão invisível, e sim por uma “mão empreendedora”.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Roberto Ricardo Sollberger Jeolas 09-02-2021 12:50:35

O tema é recorrente na literatura atual. O fenômeno estudado poderia utilizar de referências mais atuais, embora tenham citados os trabalhos seminais. Houve uma evolução nas áreas estudadas. Não se deve afirmar que o empreendedorismo apenas é o responsável pela evolução ''dinâmica'' do mercado, uma vez que os clientes, a cocriação e até mesmo o capital social, são componentes atuantes e presentes na mudança do mercado e pelo mercado. Tema muito bem escolhido para os tempos atuais.

Foto do Usuário Paula Guerreiro Borges 09-02-2021 12:50:35

Legal a forma como relacionou os temas, clássico da economia com empreendedorismo.

Foto do Usuário Jussara Maria Lima 09-02-2021 12:50:35

Tema relevante com excelente referencial teórico. A ''mão empreendedora'' de papel tão crucial poderia ser mais importante se houvesse maior profissionalismo e menos empirismo?