artigos
Convibra Conference - Adubação nitrogenada no Capim Vaquero anterior a períodos de déficit hídrico
Adubação nitrogenada no Capim Vaquero anterior a períodos de déficit hídrico

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Ciências animais / Zootecnia

Acessos neste artigo: 16


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Otoniel Geter Lauz Ferreira , Allan Patrick Timm De Oliveira , Alexsandro Bahr Kröning , Pâmela Peres Farias

ABSTRACT
O trabalho teve como objetivo avaliar a resiliência pós estresse hídrico do Capim Vaquero submetido a diferentes níveis de adubação nitrogenada. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Universidade Federal de Pelotas, campus Capão do Leão, RS. Foram avaliados os efeitos de duas doses de nitrogênio (90 e 180 kg/ha) e três disponibilidades hídricas (Capacidade de Campo: sem déficit; 14 dias de déficit: déficit curto e 21 dias de déficit: déficit longo). Foi avaliada a produção de forragem com cortes quando as plantas atingiam 22 cm de altura, deixando-se um resíduo de 10 cm. O intervalo entre cortes foi maior no déficit longo na dose de 180kg/ha de nitrogênio. A adubação nitrogenada influenciou a resiliência do Capim Vaquero pós déficit hídrico. Déficits hídricos podem promover a morte de plantas de Capim Vaquero, comprometendo sua produtividade. Maior massa de forragem é obtida quando o Capim Vaquero é mantido em capacidade de campo.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Jefrejan Souza Rezende 09-02-2021 12:50:35

Um bom rabalho. Só senti falta de abordar sobre o nitrogenio e sua importância para a atunuação do déficit hídrico, pois pelo título me parece isso. O uso de teste de média seria o ideal para verificar o efeito de tratamentos quantitativos como dose?

Foto do Usuário Gustavo Gomes Lima 09-02-2021 12:50:35

Muito bom trabalho, resultados importantes para o manejo dentro da propriedade rural.

Foto do Usuário Felipe Jochims 09-02-2021 12:50:35

O trabalho é de uma área importante a ser estudada, no entanto falta muitas informações sobre a condução do mesmo, assim como da análise estatística. Para dados mais precisos, esse tipo de trabalho precisa de muitas repetições e avaliações repetidas no tempo, quando certamente teria interação entre os fatores avaliados. Além disso, como citado no texto, o teor de MS varia de acordo com uma infinidade de coisas e, dessa forma, não vejo a necessidade de mostrar e avaliar esse dado.

Foto do Usuário Miguel Machado 09-02-2021 12:50:35

Os resultados mostram observações e dados interessantes