artigos
Convibra Conference - EDUCAÇÃO NO CAMPO: A IMPORTÂNCIA DA CONFECÇÃO DE EXSICATAS DE PLANTAS MEDICINAIS
EDUCAÇÃO NO CAMPO: A IMPORTÂNCIA DA CONFECÇÃO DE EXSICATAS DE PLANTAS MEDICINAIS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Bioecologia

Acessos neste artigo: 18


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Fábio Ferreira

ABSTRACT
As políticas educacionais do campo devem buscar o fortalecimento da identidade do homem e do meio rural, partindo da preservação de seus valores e de sua cultura, porém, esse resgate ético e cultural deve ocorrer à luz de novos conceitos, provenientes do avanço técnico-científico e das novas necessidades. No Brasil, a educação do campo é uma realidade recente, ganhando força a partir da organização dos movimentos sociais e dos povos do campo, sendo reconhecida como os direitos das pessoas que vivem no campo, afim de terem uma educação diferenciada daquela que é oferecida aos habitantes das áreas urbanas, a divulgação e orientação da utilização de plantas medicinais, atualmente não é conteúdo curricular, porém, torna-se um tema de grande relevância para ser aplicado como um componente importante. Esta vinculação não deve ser isolada ou exclusiva, mas sim, de modo a incluir diversidades culturais, técnicas e saberes regionais nas formas teórica e prática. Necessitando serem compreendida na organização e na relação com o ensino e demais formas de aprendizado na educação do campo, buscando uma organização curricular na escola afim de inserir estudos do meio ambiente, tendo assim, subsídios para planejar e desenvolver diversas relações temáticas a serem estudadas em sala de aula que torna-se uma ferramenta importante, pois podem ser guardadas como patrimônio local além de serem utilizadas em estudo futuros. O objetivo é contribuir com conhecimento teórico sobre Plantas Medicinais, verificar o nível de conhecimento dos alunos, professores e pessoas que trabalham diretamente através de questionários e debates em sala de aula identificando o grau de conhecimento e elencar práticas sobre o assunto. Ressalta-se aqui a importância de se destacar que, muitas vezes, o homem do meio rural faz uso de forma indiscriminada de tais plantas, e que por isso, faz-se importante a discussão dessa temática permitindo assim, que todos os saberes do campo sejam de forma mais saudável e ecológica.   
Palavras-chave: Plantas Medicinais; Conhecimentos; Saúde Pública

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Fábio Ferreira 09-02-2021 12:50:35

Contribuição muito bem levantada, objetivo, com resultados simples para um bom entendimento.

Foto do Usuário Fabio Miranda De Alencar 09-02-2021 12:50:35

NÃO ACHO INTERESSANTE O PRÓPRIO AUTOR SE AVALIAR. No mais, não se trata de um trabalho científico, e sim, de apenas um projeto que ainda não foi executado. Um trabalho cientifico precisa de está desenvolvido de forma conclusiva e direta, sendo tudo isso, sustentado por conjuntos de dados e análises. Além disso, não se apresenta resultados conclusivos, apenas possibilidades.

Foto do Usuário Bárbara Dias Araújo 09-02-2021 12:50:35

O tema é muito relevante, porém é um projeto que não apresenta análises, nem dados estatísticos e ainda é inconclusivo.

Foto do Usuário Priscilla Guedes Gambale 09-02-2021 12:50:35

Entendi que na verdade o trabalho ainda será desenvolvido e por isso não dei a nota máxima, mas acredito que é um trabalho bem bacana e trará respostas interessantes sobre a educação de campo associada a plantas medicinais. Está bem elaborada a ideia e escrita.

Foto do Usuário Yuri Rafael Alves Sobral 09-02-2021 12:50:35

Parabenizo o autor pela relevância do tema. Torna-se urgente e necessária, a divulgação de nossa flora brasileira! O conhecimento popular e a sabedoria são de extrema importância para o nosso completo desenvolvimento enquanto nação. Sugiro a confecção de diário de bordos para cada grupo, assim os alunos poderão sistematizar todo desenvolvimento do projeto. Sugiro, ainda, uma mostra científica para apresentação dos resultados, envolvendo, de repente, a comunidade dos alunos ( pais, mães, avós e etc) Assim, penso que haverá uma maior interação entre os sujeitos da pesquisa. Sucesso!

Foto do Usuário Fabiana De Carvalho Dias Araújo 09-02-2021 12:50:35

EDUCAÇÃO NO CAMPO: A IMPORTÂNCIA DA CONFECÇÃO DE EXSICATAS DE PLANTAS MEDICINAIS... Há alguns erros de conceitos. Pois o povo do campo trabalha com o meio ambiente e nem tudo se reduz a produto. As plantas medicinais não são produtos, por exemplo. E as plantas medicinais não são utilizadas pelo povo do campo, muitas pessoas na área urbana utilizam as plantas medicinais E por que o tema “plantas medicinais” não deve fazer parte do currículo das escolas da área urbana? Se o mais importante é a manutenção do conhecimento das mesmas e o seu uso. Aqui há um equívoco de conceito, pois todos temos direito a esse conhecimento, o qual deve ser trocado entre os povos. Não usamos escola do meio rural e sim escola do campo e que muitas vezes não está localizada no campo. Para tanto, ver o conceito de escolas do campo. Enfim, a ideia do projeto é interessante. Mas vale fazer uma busca por trabalhos científicos para melhor fundamentação teórica. E fica a dúvida se o congresso aceitará o projeto como trabalho científico.