Agentes De Recomendação? Não Conheço, Mas Desconfio! Uma Análise Da Percepção De Risco à Privacidade Dos Consumidores

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Marketing

Temas Correlatos: Marketing;

Acessos neste artigo: 15


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Diully Garcia Zeferino , Simoni Fernanda Rohden

ABSTRACT
A inteligência artificial e seus desdobramentos, como os agentes de recomendação, tem sido amplamente adotado pelas empresas a fim de automatizar processos, e melhorar a experiência do consumidor. Contudo, o uso desse tipo de tecnologia pode aumentar a percepção de risco à privacidade dos dados por parte do usuário. O presente estudo pretende aprofundar o que se sabe sobre as variáveis que impactam nessa percepção de risco. Através de uma etapa exploratória com entrevistas em profundidade seguida por uma survey, foi possível identificar que aspectos como a preocupação com os dados e o risco percebido nas compras online aumentam a sensação de risco à privacidade. De um modo geral os consumidores desconhecem o funcionamento dos agentes de recomendação, e isso os torna inseguros acerca de sua usabilidade e de seu propósito. A confiança do consumidor, no entanto, medeia essa relação mitigando os efeitos negativos na percepção de risco.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS