INIBIÇÃO DA GLUTAMINA SINTETASE: GLUFOSINATE DE AMÔNIO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Temas Correlatos: Agronegócios;

Acessos neste artigo: 11


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Tatiani Mayara Galeriani , Bruno Marcos Nunes Cosmo , Adolfo Bergamo Arlanch , Willian Aparecido Leoti Zanetti , Tamara Thais Mundt , Vitor Alves Rodrigues

ABSTRACT
Nos últimos anos as plantas daninhas têm-se tornado um problema cada vez mais frequente e preocupante nos sistemas de produção agrícola. Estes indivíduos competem com a cultura de interesse por luz, espaço, água e nutrientes, além de poderem hospedar pragas e doenças que poderão acometer a lavoura. Na busca por meios de aumentar aumenta a produtividade de sistemas agrícolas, novas tecnologias foram incorporadas, como o sistema de plantio direto e o uso de plantas geneticamente modificadas apresentando eventos transgênicos. Contudo, estes processos modificaram a dinâmica do sistema e intensificaram a denominada “pressão de seleção” que resultou na multiplicação de biótipos resistentes de plantas daninhas. Como meios para combater estes indivíduos, novas tecnologias vêm sendo estudadas e adotadas, como herbicidas baseados na inibição da glutamina sintetase. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre a síntese de glutamina com ênfase no glufosinate de amônio. O glufosinate de amônio é o único ingrediente ativo comercializado no Brasil pertencente ao mecanismo de inibição da glutamina sintetase, este herbicida atua se ligado ao sítio de ação da glutamina sintetase e impedindo sua síntese, interferindo assim no metabolismo do nitrogênio na planta. Estas interferências acabam por elevar as concentrações de amônio na planta que levam ao estresse oxidativo e afetam a fotossíntese. Os sintomas tornam-se visíveis após poucos dias da aplicação, sendo caracterizados por clorose, necrose e morte da planta. O glufosinate de amônio pode ser uma ferramenta alternativa no controle de plantas resistentes ao glyphosate.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Bruna Ricini Martins 14-05-2021 20:42:24

Parabéns pelo trabalho, um tema muito interessante no manejo de plantas daninhas! Se atentar em algumas palavras repetidas no resumo. Do mais, o trabalho apresenta boa coerência, com parágrafos apresentando ligação entre si e ideias bem articuladas facilitando a leitura e o bom entendimento do estudo.