OBTENÇÃO DE GENÓTIPOS DE MORANGUEIRO PARA CULTIVO EM REGIÕES TROPICAIS COM BAIXA EXIGÊNCIA DE FRIO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Horticultura

Acessos neste artigo: 5


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

João Otávio Mafra , João Gabriel Mafra , Aline Fabiana Paladini Moreira , Juliano Tadeu Vilela De Resende , Gabriel Danilo Shimizu , Fernando Teruhiko Hata , Laura Souza Santos , Luis Eduardo Bocalete , Liege Ribeiro Barzan , Luiz Vitor Barbosa De Oliveira , Luana De Souza Marinke , Marco Antônio Pereira Santos , Daniel Suek Zanin

ABSTRACT
Os programas de melhoramento clássico do morangueiro requerem longos processos de seleção, o qual pode ser acelerado por ferramentas que expressam toda variabilidade presente nos genótipos. Além disso para uma seleção eficiente deve-se levar em consideração o maior número possível de caracteres que expressem produção, qualidade e resistência fitossanitária. Assim, objetivou-se caracterizar 34 genótipos de morangueiro de dia neutro, pré-selecionados com atributos agronômicos e moleculares, e selecionar por meio de análise multivariada genótipos promissores, de potencial comercial. A caracterização molecular foi realizada por meio de marcadores AFLP, utilizando quatro combinações de primers seletivos. A caracterização morfoagronomica foi realizada por meio de 32 descritores qualitativos e 14 quantitativos, no qual aplicou-se o algoritmo de Gower. O método de Wrd foi utilizado para realizar os agrupamentos com dados moleculares e morfoagronomicos. Seis variáveis representativas para o consumo in natura do morango foram selecionadas e submetidas a análise de componentes principais (PCA) e ao índice de seleção Mulamba e Mock. Apenas sólidos solúveis e luminosidade da parte externa do fruto não diferiram significativamente. Os marcadores AFLP detectaram polimorfismo de 80%, confirmando a alta variabilidade entre os genótipos. O agrupamento com os dados moleculares e agronômicos separaram os genótipos em três grupos, sendo que nenhum indivíduo que possuía Albion ou RVFS06 como genitores foi selecionado pelo índice de Mulamba e Mock. A PCA destacou os genótipos selecionados pelo índice, como RVCA16M-1, RVDA11M-3, RVDA11M-4, RVDA11M-25. Os demais genótipos foram selecionados do cruzamento “Monterey” x RVFS07. As semelhanças entre os resultados da análise de componentes principais e o índice de seleção indicam a confiabilidade da análise multivariada para seleção de genótipos de morangueiros superiores. Essas ferramentas permitem que vários caracteres sejam considerados processo de seleção. 
Palavras-chave: Fragaria × ananassa Duch.; AFLP; Mulamba e Mock; Variabilidade genética; Descritores.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Walter Aparecido Ribeiro Júnior 18-04-2021 01:14:18

O trabalho possuí inúmeros erros estruturais e de grafia, a tabelas e figuras não possuem títulos, falta referencias, inúmeros autores foram citados ao longo do trabalho mas não aparecem no final do trabalho, a metodologia não é clara, não especifica os parâmetros e como foram avaliados, no texto o autor faz a chamada de um apêndice para o trabalho, contudo é possível constatar que trata-se de um resumo expandido, assim os resultados, metodologia e discussão devem vir no texto do trabalho e não em apêndices, não apresenta os protocolos de forma adequada. Há siglas nos resultados que geram duvidas ao leitor sobre o significado das mesmas. Há autores faltando no corpo do trabalho e não apresenta o cabeçalho do evento.

Foto do Usuário Henrique Guilhon De Castro 28-04-2021 12:38:27

O título poderia acompanhar o enfoque do trabalho na caracterização de genótipos e estudo da diversidade genética. A conclusão não abordou nenhum genótipo selecionado ou obtido como é citado no título. As tabelas do texto não são autoexplicativas e não possuem legenda?