Avaliação Da Produção Do Panicum Maximum Cv. Brs Tamani Sob Diferentes Doses De Nitrogênio

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Ciências animais / Zootecnia

Acessos neste artigo: 4


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Tatiana Ramos De Jesus , Augusto César De Oliveira Costa , Juliana Aparecida Souza , Renata De Freittas Ferreira Mohallem

ABSTRACT
Em pastagens tropicais o uso de nitrogênio é crucial para a manutenção da produtividade, principalmente na época das águas. O Brasil detém hoje grande parte de seu rebanho de ruminantes criado a pasto, em vista disso à aplicação de nitrogênio é imprescindível para a sustentação das pastagens em termos de ganhos. Tamani é uma forrageira híbrida do gênero Panicum maximum com alto valor nutritivo, alta produção de folhas, produtividade e vigor e de fácil manejo. Diante do exposto o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes doses de nitrogênio na produtividade da forrageira BRS Tamani, verificando a quantidade de massa foliar produzida em relação, ao caule à cada dose de nitrogênio e indicar qual a dose a ser recomendada por hectare. Os tratamentos utilizados foram cinco doses de nitrogênio (0, 100, 200, 300 e 400 kg ha-1), com delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições, totalizando 20 parcelas experimentais de 1,0m x 1,5m cada. A fonte nitrogenada manuseada foi a uréia contendo 46% de nitrogênio respectivamente, em sua composição. Foram realizadas três coletas de 21 em 21 dias (63 dias de avaliação), as variáveis analisadas foram: altura, produção de matéria seca, relação folha/caule e eficiência do uso de nitrogênio. Os dados coletados foram submetidos à análise de variância (ANAVA), com a realização do teste de F, comparação de médias pelo teste de Tukey à 5% de probabilidade e teste de regressão. Os resultados mostram que a maior produção de matéria seca foi adquirida com a dose de 400 kg ha-1 no corte 1 e, sua maior altura adquirida na dose de 300 kg ha-1. Entretanto não houve diferença sobre as variáveis eficiência do uso de nitrogênio e relação folha/caule. Conclui-se que o cv. BRS Tamani (Panicum maximum) elevou-se sua produtividade com o aumento das doses de nitrogênio, tendo seu melhor aproveitamento com aplicação de 400 kg N ha-1. Sendo que a melhor altura ocorreu aos 16 dias com a dose 300 kg N ha-1, demostrando-se eficiente, econômico e vantajoso para sistemas intensivos, uma vez que este cultivar pode ser bom tanto para manejo extensivo quanto para intensivos. Com a dose de 200 kgs a cultivar também atingiu uma excelente produtividade, com menos gastos.
Palavra-chave: adubação nitrogenada, pastagem, caracteres agronômicos

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Natália Deniz Brito 17-04-2021 00:22:06

O trabalho possui relevância e traz acréscimos positivos para a pesquisa.

Trabalho foi bem escrito, segue todo o padrão da escrita a acadêmica. Como sugestão os autores poderiam melhorar a formatação, da alguns espaços entre os títulos e o corpo do texto para melhorar a leitura do artigo.