SENSORIAMENTO REMOTO PARA IDENTIDFICAÇÃO DAS ÉPOCAS DE COLHEITA DO ARROZ EM SANTA CATARINA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Temas Correlatos: Geotecnologia;

Acessos neste artigo: 10


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Kleber , Valci Francisco Vieira , Denilson Dortzbach , Wilian Da Silva Ricce

ABSTRACT
Santa Catarina destaca-se na produção nacional de arroz, com cerca de 149.500 hectares cultivados, sendo uma das principais culturas do estado. Diante deste contexto, este trabalho teve como objetivo destacas os períodos de colheita das regiões produtoras de arroz no estado. A partir da máscara de mapeamento das áreas de arroz irrigado foi utilizado previamente os dados de NDVI do satélite MODIS sobre as áreas de arroz mapeadas no estado. Nesta análise, verificou-se através das imagens de NDVI, comparadas às imagens RGB (432) do satélite Sentinel-2, os valores de NDVI do momento da colheita. Os resultados demonstram que a região sul do estado, como Turvo e Forquilhinha apresentam plantios tardios se comparado à região norte, e consequentemente uma colheita mais tardia, concentradas nos meses de fevereiro e março. Os dados do satélite Sentinel-2 podem ser úteis primeiramente ao monitoramento da cultura do arroz em Santa Catarina, do plantio ao processo de colheita da cultura.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Gilcimar Adriano Vogt 22-04-2021 13:59:01

Trabalho traz resultados relevantes e atuais. Questão: pode ser extrapolado para qualquer cultura temporária ou avaliação de cultivar plantada?

Foto do Usuário Rafael Aldighieri Moraes 23-04-2021 19:37:27

Tema interessante, muitos trabalhos feitos em cana-de-açúcar e culturas anuais. Porém fiquei na dúvida em relação à metodologia para identificação das datas de colheita para cada município. Foi feito manualmente, após a média do NDVI em diferentes períodos? Se sim, não seria interessante fazer pixel a pixel ao invés de considerar o município inteiro? O valor de 0,5 para o NDVI seria para o MODIS ou o Sentinel 2? Em um futuro artigo, vale a pena detalhar mais a metodologia. Ótimo trabalho.

Foto do Usuário Alessandro Higor Gomes Da Rocha 08-05-2021 17:54:22

O trabalho é bem interessante com um tema bem importante a ser discutido. Sobre a metodologia senti um pouco a falta dos valores da fenologia do arroz para entender melhor os dados discutidos.