Estratégias De Manejo No Controle Do Percevejo Marrom, Euschistus Heros (fabricius) (hemiptera: Pentatomidae) Utilizando Produtos Fitossanitários E Parasitoide Telenomus Podisi (hymenoptera: Platygastridae)

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Sustentabilidade ambiental

Temas Correlatos: Entomologia;

Acessos neste artigo: 5


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Rodrigo Martins Soares , Daniel Mariano , Vinicius Martins Domiciano , Daniel De Lima Alvarez , Michele Aparecida Leite , Guilherme Lourenço , Pedro Hiroshi Passos Ikuno , Regiane Cristina Oliveira De Freitas Bueno

ABSTRACT
O presente trabalho visa comparar as estratégias de controle de percevejo-marrom na cultura da soja utilizando produtos fitossanitários (inseticida) e controle biológico  representado por Telenomus podisi (parasitoide de ovos). Foram analisadas dois diferentes métodos com a finalidade de observar a taxa de controle do inseto praga, bem como, a quantidade de insetos benéficos dentro da lavoura. O experimento foi conduzido em condições de campo em duas diferentes áreas de aproximadamente 20 hectares cada um, sendo essas áreas denominas controle biológico e controle químico, no munícipio de Pardinho - SP, os parasitoides em primeiro momento foram liberados de forma manual e nas liberações subsequentes via VANT (veículo aéreo não tripulado), nos dias 21/12/2020, 04/01/2021 e 12/04/2021, e as pulverizações com inseticida foram realizadas nos dias 11/01/2021 e 28/01/2021. Foi evidenciado que a quantidade de ninfas nas duas áreas permaneceu menor até o décimo dia após a terceira liberação de Telenomus podisi, contudo, a quantidade populacional de adultos na área do controle biológico foi maior do que na área do controle químico, entretanto, observou-se maior quantidade de insetos benéficos na área do controle biológico em decorrência do não uso de produtos fitossanitários.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários