INTERAÇÃO GENÓTIPO x AMBIENTE, ADAPTABILIDADE E ESTABILIDADE DE HÍBRIDOS DE MELÃO CANTALOUPE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Genética

Acessos neste artigo: 5


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Nickson Fernandes De Oliveira Carvalho , Allana Paulino Da Silva , Hailson Alves Ferreira Preston , José Hamilton Da Costa Filho , Glauber Henrique De Sousa Nunes

ABSTRACT
 O melão (Cucumis melo L.), pertencente ao gênero Cucumis da família Cucurbitaceae, é uma olerácea apreciada em todo o mundo, caracterizando-se como uma das mais exportadas. O Nordeste brasileiro é responsável por mais de 95% da produção e exportação de melão nacional. O presente trabalho teve como objetivo avaliar oito híbridos de melão Cantaloupe no Estado de Rio Grande do Norte. Os ensaios experimentais foram conduzidos nos municípios de Mossoró e Baraúna. Estudos da adaptabilidade e estabilidade dos valores genotípicos preditos foram realizados pelo procedimento MHPRVG (Média Harmônica da Performance Relativa dos Valores Genéticos). Foram avaliados sete híbridos experimentais (CA-01, CA-02, CA-03, CA-04, CA-05, CA-06 e CA-07) e o híbrido testemunha ‘Torreon’ (Syngenta®). Os caracteres avaliados foram a produtividade e o teor de sólidos solúveis. Verificou-se interação genótipos x ambientes para as duas variáveis. Verificou-se predomínio da parte complexa da interação para as duas características avaliadas, dificultando o processo seletivo. O híbrido experimental CA-05 destacou-se como o mais promissor para o cultivo no Agropolo Mossoró-Assú, pois respondeu em média para a produtividade e sólidos solúveis respectivamente, 1,12 e 1,13 vezes a média do ambiente plantado. 

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Francisca Elisângela Maniçoba 03-05-2021 23:15:16

Parabéns pelo trabalho, pessoal! Apresenta relevância, está muito bem escrito e organizado! Gostaria apenas de saber qual a variedade de melão do híbrido que se destacou e dos demais também.