ALTERAÇÕES FISIOLÓGICAS E BIOQUÍMICAS EM SEMENTES DE (PTERODON EMARGINATUS) COM DIFERENTES NÍVEIS DE COLORAÇÃO DO TEGUMENTO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Acessos neste artigo: 13


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Natielly Marques De Carvalho

ABSTRACT
A importância da realização nesse estudo foi determinar a germinação conforme
os quatro níveis de cores da semente Dessa forma, objetivou-se avaliar as alterações
fisiológicas e bioquímicas que ocorrem nas sementes de sucupira branca com diferentes níveis
de coloração do tegumento Para as avaliações fisiológicas foram realizados teste de
germinação e bioquímica. A bioquímica foi fundamental para determinar as proteínas de
maiores e menores valores conforme a coloração. Todos os ensaios foram conduzidos em
delineamento experimental inteiramente casualizado e as variáveis respostas foram
submetidas à análise de variância e, quando significativos, as médias comparadas pelo Teste
Tukey a 5% de significância, as sementes de sucupiras apresentaram maior porcentagem de
germinação e teor de proteínas, quando comparadas aos demais níveis de coloração.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Júlio César Altizani Júnior 07-05-2021 14:56:28

O trabalho apresenta potencial para publicação. Porem, é necessário a realização de alguns ajustes, como acrescentar maiores informações sobre a importância das sementes de sucupira branca, melhor descrição da metodologia (testes bioquímicos) e discussão mais profunda dos resultados obtidos. Para os autores, como o teor de malondialdeído pode ser empregado para avaliação do processo deteriorativo?

Foto do Usuário Lucas Rodrigues Da Silva 13-05-2021 18:24:21

Dado o resumo apresentado, o trabalho apresenta resultados signficativos. Contudo, gostaria de saber qual a porcentagem de perda de sementes de sucupira branca durante o prceosso de deterioração?