Viabilidade Econômica De Florestas Plantadas Com Pinus Elliottii Na Região Centro-oeste De São Paulo

Temas: Agricultura Economia agrícola


Certificados:
Não disponível

Acessos nesse artigo: 2


AUTORIA

Giovani Caprioli Garcia , Thamires Da Silva , Rafaele Almeida Munis , Jorge Carvalho Martins , Danilo Simões

ABSTRACT
A madeira proveniente das florestas plantadas de Pinus elliottii são utilizadas como matéria-prima para as indústrias de base florestal fabricantes da celulose de fibra longa. O cultivo destas florestas demanda importante aporte financeiro, justificando-se frequentes análises econômicas. Portanto, o objetivo foi analisar se projetos de investimento em florestas plantadas com Pinus elliottii no Centro-Oeste do estado de São Paulo são viáveis economicamente. A floresta plantada possuía incremento médio anual de 28,61 m3 ha-1 ano-1 e taxa de sobrevivência de 90% e volume médio individual de 0,36 m³. O horizonte temporal do fluxo de caixa foi de 14 anos. A taxa do custo de oportunidade ao capital aplicado, foi estimada pelo custo médio ponderado de capital. Os métodos quantitativos de tomada de decisão adotado, ponderaram o valor do dinheiro ao longo do tempo, assim, foram estimados o valor presente líquido e o payback econômico. Nas condições analisadas, resultou-se em um valor presente líquido negativo de USD 2.138 e um payback econômico não compreendido no horizonte de planejamento do gestor florestal. Portanto, o projeto de investimento em florestas plantadas com Pinus elliottii no Centro-Oeste do estado de São Paulo não é viável economicamente.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários