AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE MICRORGANISMOS NA CULTURA DO FEIJÃO

Temas: Fitopatologia


Certificados:
Não disponível

Acessos nesse artigo: 5


AUTORIA

Gilson José Marcinichen Gallotti , Gilcimar Adriano Vogt

ABSTRACT
A utilização de produtos biológicos tem apresentado eficácia na proteção e crescimento das plantas. Entretanto, na prática, ainda são pouco utilizados pelos produtores. Na safra 2020/2021, visando avaliar e difundir a eficácia de produtos biológicos testou-se na cultura do feijoeiro o pacote tecnológico: “ORGANIC” à base do fungo Trichoderma asperellum no tratamento de semente para proteção de podridões radiculares causadas por Rhizoctonia solani e Fusarium solani f. sp. phaseoli); mais o produto “QUALITY” à base do fungo Trichoderma asperellum pulverizado antes do fechamento das linhas para o controle de Sclerotinia sclerotiorum, Fusarium solani f. sp. phaseoli e Rhizoctonia solani e, a aplicação de “AZOS” à base de Azospirillum brasiliense  aplicado entre V2 e V3, além de uma segunda aplicação na floração para estímulo ao crescimento de raízes, redução dos efeitos dos estresses abióticos e a velocidade de senescência foliar. O objetivo deste trabalho foi de avaliar o efeito do pacote tecnológico “ORGANIC + QUALITY + AZOS” na proteção e produtividade do feijoeiro  comparado com a testemunha em duas cultivares de feijão, uma do grupo comercial preto o (SCS204 Predileto) e a outra carioca( SCS205 Riqueza).

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Jacqueline Dalbelo Puia 15-04-2021 19:02:38

O objetivo foi avaliar a eficiência de microrganismos na proteção e produtividade do feijoeiro. No entanto os autores concluem que não houve incidência dos agentes fúngicos para tais avaliações. Não utilizaram uma área com incidência dos patógenos porque? Uma opção seria utilizar inoculação artificial.

Foto do Usuário Sabrina Pariz 21-04-2021 13:54:45

Trabalho interessante e bem claro, parabéns aos autores. Como não houve a incidência dos fungos naquela área, uma sugestão seria ter feito em duas áreas ou região distintas, talvez assim poderia atingir resultados mais concretos e significativos. Uma pergunta, porque escolheu essas duas cultivares para realizar o estudo? Obrigada!