Efeito nos componentes de rendimento e produtividade com 4, 6, 8, 10 e 12 plantas por metro linear na soja cultivar Brasmax Zeus

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Acessos neste artigo: 8


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Jefferson Eduardo Dall Alba , Emanuel Weiss Pires , Luara Silva Pereira , Paulo Adami , Vanderson Viera Batista , Marlon Fidel De Paula Pin , Gustavo Gomes Borges Da Silva

ABSTRACT
A população de plantas para a cultura da soja é de extrema importância para atingir elevadas produções, sendo uma cultura muito plástica que se adapta em resposta ao arranjo de plantas. Uma população ideal permite menor competição intraespecífica elevando a interceptação de radiação solar e captação de nutrientes. Com isso o intuito do trabalho é avaliar os componentes de rendimento e a produtividade da cultivar Brasmax Zeus IPRO em cinco populações (4, 6, 8, 10 e 12 plantas por metro linear). O estudo foi realizado na área experimental da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus Dois Vizinhos. As parcelas experimentais constaram com 5 linhas de 5 metros de comprimento espaçadas em 0,45 m entre linhas. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco tratamentos e quatro repetições (5 x 4), totalizando 20 parcelas. Os componentes de rendimento (altura de inserção de primeira vagem, número de nós reprodutivos, número de ramificações, número de vagens e número de grãos) são afetados negativamente quando ocorre o aumento da população no metro linear, obtendo maior produtividade de 5.878,3 Kg ha-1 com 12 plantas m-1 (266.666 plantas ha-1) enquanto com 4 plantas m-1 obteve-se 3656,97 Kg ha-1.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Caroliny Fatima Chaves Da Paixão 21-04-2021 17:01:03

Parabéns aos autores. Excelente trabalho. Tenho apenas uma dúvida, como explicar a questão de que os componentes de rendimentos diminuíram de acordo com o aumento da população por metro linear, enquanto que a produtividade teve efeito contrário?

Olá! Lendo o trabalho de vocês, fiquei com a mesma dúvida da Caroliny. Não sei se entendi correto, mas na minha opinião, as variáveis de rendimento se correlacionam com as de produtividade. Como vocês podem explicar o caso desse trabalho? Com relação às sugestões: eu não colocaria o número de cada população de plantas utilizadas no título, pois fica muito extenso e é um dado que precisa estar apenas na metodologia. Nos resultados e discussão têm um parágrafo repetido, então seria interessante corrigir isso. Parabéns pelo trabalho!

Foto do Usuário Thamires Da Silva 13-05-2021 23:35:11

Olá, em primeiro lugar gostaria de parabenizar os autores! Ao analisar o trabalho, pude notar tanto no trabalho em questão quanto em alguns outros publicados que o rendimento possui uma relação inversa com a produtividade, ou seja, quanto maior a produtividade, menor será o rendimento. Diante disso, acredito que seria interessante comparar os resultados obtidos com outras referências bibliográficas, evidenciando assim uma padronização ou não diante dessa relação inversa que também foi abordada no estudo. O único ponto que trouxe certo questionamento diz respeito à alta plasticidade da soja, considerando que geralmente há uma busca pelo aumento do rendimento desde a fase inicial do ciclo, porque as vantagens morfológicas da mesma não converteram a situação positivamente quando houve o aumento da população?