O Acesso As Políticas Públicas De Agricultores (as) Familiares Atendidos Pelo Projeto Paulo Freire No Território Do Cariri Oeste-ce

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Sustentabilidade ambiental

Temas Correlatos: Desenvolvimento rural;

Acessos neste artigo: 8


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Andre Luiz Teles Aguiar , Luan Paulo Lima Silva , Jaiane Barbosa Evangelista Da Silva , Ailton Cezar Alves Da Silva , Francisco Ramon Da Cunha Alcantara , Paulo Jose De Moraes Máximo , Antônia Julliana Sarafim Bezerra

ABSTRACT
O objetivo deste trabalho é analisar o acesso às políticas públicas no âmbito do Projeto Paulo Freire, com público alvo de mulheres, homens e jovens rurais, no território do Cariri Oeste, que é composto por 10 municípios e fica localizado no sul do Estado do Ceará, no Nordeste brasileiro. A pesquisa consiste em uma coleta de dados de 1.249 agricultores e agricultoras familiares atendidos pelo Instituto Flor do Piqui – IFP (uma das entidades executoras do projeto). Do público total, 29% são jovens, 57% são mulheres e 43% são homens. As políticas públicas mais acessadas foram a cisterna de primeira água (55,08%), Programa Hora de Plantar (46,52%) e Garantia Safra (40,59%). Os programas Crediamigo e Agroamigo foram acessados por 20,74% e 18,57% dos entrevistados, respectivamente, e isso pode ser explicado pelas condições de pobreza e extrema pobreza que podem limitar o acesso dessas políticas pela geração de endividamento a longo prazo. A maior acessibilidade as políticas de Cisterna de primeira água, Programa Hora de Plantar e Garantia Safra estão intimamente relacionadas a convivência com as condições climáticas do território do Cariri Oeste. O cenário estudado mostrou que as mulheres entrevistadas acessam mais políticas do que os homens. As mulheres jovens e adultas atendidas pelo Projeto Paulo Freire foram protagonistas no acesso às políticas públicas, quebrando tabus sociais de inferiorização da participatividade da mulher do campo no desenvolvimento de atividades agrícolas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Adriano Augusto Bliska 06-05-2021 18:51:10

Estudo bem detalhado, o texto explica cada uma das políticas públicas acessadas pelos agricultores e os autores procuram explicar as possíveis razões de cada um dos resultados encontrados. Em um texto para publicação, os autores poderiam incluir algumas sugestões de políticas públicas que possam atender a população mais jovem, já que esse público tem características bem específicas.

Foto do Usuário Augusto Mário Miquitaio 10-05-2021 11:48:32

O trabalho é importante uma vez nos permitirá entender sobre o acesso às políticas públicas no âmbito do Projeto Paulo Freire aos grupos mais vulneráveis dos 10 municípios que ficam localizado no sul do Estado do Ceará.

Foto do Usuário José Lima De Aragão 10-05-2021 14:41:02

O trabalho tem como título: “O Acesso as Políticas Públicas de Agricultores (as) Familiares Atendidos Pelo Projeto Paulo Freire no Território do Cariri Oeste - Ce”. O artigo está composto de uma Introdução, Metodologia, Resultados/Discussões, Conclusões/Considerações e Referências Bibliográficas. O binômio Agricultura Familiar versus Políticas Públicas tem sido muito trabalhado nas últimas décadas, isto expressa a importância do assunto para o homem do campo e para a economia brasileira. Tendo em vista que a agricultura familiar – que deve ser desenvolvida expressamente pelos membros da família, ocupando-os e empregando-os nas atividades da propriedade, gerando renda suficiente para mantê-los na propriedade, e, evitar o êxodo rural. Entretanto, para isto acontecer precisa de boas políticas públicas focadas em tecnologias que abranja os principais elos da Cadeia Produtiva – produção, indústria e comércio, que rentabilize a atividade de forma lucrativa possibilitando a fixação do homem no campo. Parabéns pelo trabalho realizado, e, a pergunta é: existe mão-de-obra extrafamiliar contratada para ajudar no desempenho das atividades na propriedade familiar?