ANÁLISE EXPLORATÓRIA DO GRAU DE GESTÃO DAS EMPRESAS RURAIS CAFEEIRAS NO ESTADO DE RONDÔNIA, BRASIL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Desenvolvimento rural

Temas Correlatos: Economia agrícola;

Acessos neste artigo: 5


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Flávia Maria De Mello Bliska , Antonio Bliska Júnior , Érika Gonsalves Mafessoni

ABSTRACT
Os primeiros cultivos comerciais de café no estado de Rondônia datam da década de 1970. Inicialmente baseada em lavouras de café arábia (Coffea arabica), hoje a cafeicultura do Estado se concentra no café robusta (Coffea canephora). Ainda que represente anualmente cerca de 15,0% do volume total de café robusta produzido no Brasil, a cafeicultura do estado se destaca pelo número de propriedades cafeeiras, predominantemente familiares e de pequeno porte, que representam 7,0% das propriedades cafeeiras brasileiras. Um sistema de gestão acurado é muito importante para a sustentabilidade dessa atividade, principalmente diante dos desafios observados nos processos de sucessão familiar. Este estudo realiza um levantamento exploratório para identificar o nível de gestão das empresas cafeeiras do estado de Rondônia e identifica os indicadores que tem contribuído com maior peso para os níveis de gestão observados, visando orientar atividades voltadas à promoção da sustentabilidade e do desenvolvimento regional. O estudo baseia-se no Método de Identificação do Grau de Gestão – MIGG e estatísticas descritivas. Os resultados apontam para amplo potencial de crescimento das práticas de gestão na cafeicultura do estado de Rondônia.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Andrey Luis Bruyns De Sousa 14-04-2021 13:49:18

Parabéns pelo trabalho, como um todo está bem redigido e claro, como contribuição, o tópico conclusão, talvéz fosse melhor se susbstituído por Considerações finais. Mas deixo isso a critério dos autores.

Foto do Usuário Rafaele Almeida Munis 14-04-2021 14:15:32

Parabéns pelo excelente trabalho! Gostaria de ressaltar a importância do estudo para o desenvolvimento da cafeicultura no estado de Rondônia, conseguinte, da economia agrícola local. Talvez, um dos objetivos do estudo seja, inclusive, a promoção de medidas de incentivo do governo para manutenção dos pequenos produtores.