Estudo Comparativo De Cinco Espécies De Artemisia Submetidas A Diferentes Doses De Fertilização Mineral

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Horticultura

Acessos neste artigo: 10


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Henrique Guilhon De Castro , Paula Tatiana Lopes Seixas , Antônio Jacinto Demuner , Luiz Cláudio De Almeida Barbosa

ABSTRACT
RESUMO: Este trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da adubação mineral na biomassa e análise dos compostos majoritários, cultivadas em casa de vegetação. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado em esquema fatorial (5x4), sendo cinco espécies de Artemisia e quatro doses de adubação (NPK). Aos 60 dias após o transplante (DAT) das mudas foi realizada a primeira colheita e com 125 DAT a segunda colheita avaliando altura, diâmetro do caule, massa fresca das folhas, massa seca das folhas e o rendimento do óleo essencial. A espécie de A. annua apresentou maior altura (159 cm) em comparação às demais espécies nas duas épocas de colheita (60 e 125 DAT). O diâmetro do caule da espécie A. absintihium destacou-se das demais espécies. Os valores mais elevados de biomassa fresca e seca foram encontrados para as espécies A. dracunculus e A. vulgaris aos 125 DAT com 307 g e 435 g planta-1, respectivamente. As espécies que apresentaram maiores teores de óleo essencial na dose D2 aos 125 DAT foram A. camphorata (1,84%) e A. dracunculus (1,05%), com adubação de 50% e 100%. Os constituintes majoritários encontrados no óleo essencial foram: cânfora (A. annua); Z-isocitral (A. absinthium); metileugenol (A. dracunculus); germacreno D-4-ol e ascaridol (A. camphorata) e trans-?-tujona (A. vulgaris).
Palavras-chave: plantas medicinais, fertilização mineral, óleo essencial, Artemisia. 

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Maria Amalia Brunini 19-04-2021 18:22:17

Parabenizo os autores pelo trabalho realizado. Bem explanado.

Foto do Usuário Laís Rezende Maia 27-04-2021 11:23:34

Ótimo trabalho! As amostras das plantas foram pra estufa diretamente a temperatura de 103°C ou primeiro foi em temperatura de 60°C? Poderia ter o nome popular das espécies estudadas.