CONHECIMENTO E USO DA PLATAFORMAS ONLINE DE CADASTRO DE GRUPOS E ENTIDADES DE CAPOEIRA E CAPOTERAPIA NO BRASIL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde e Tecnologia da Informação e Comunicação

Acessos neste artigo: 6


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Afonso Iago Lima Teixeira , Jeane Cristina De Souza , William Marinho De Leitos Neto , Monica Giordana Francieli Blau Rodrigues , Patrick Ramon Stafin Coquerel , Sidarta Tollendal Gomes Ribeiro , Jônatas De França Barros

ABSTRACT
O presente trabalho tem objetivo de apresentar o sítio http://www.capoeira.gov.br/ como um Sistema de Informação de Saúde e o atual mapeamento dos grupos de capoeira e capoterapia no Brasil, além de incentivar a ampliação do levantamento de dados sobre grupos e mestres de capoeira do e no Brasil. Pesquisa bibliográfica básica de tipo descritiva, por produzir um levantamento dos grupos de capoterapia e capoeira registrados no Cadastro Nacional de Capoeira (CNC). Quando partimos para a utilização do CNC como Sistema de informação de Saúde é possível utiliza-lo de forma prática para um gestor da área de saúde ou entidades governamentais que desejem colaboradores/parcerias para projetos sociais que envolvam a prática da capoeira e suas vertentes, como a capoterapia, assim como é possível também para qualquer um que almeje iniciar a prática adentrar o CNC e buscar os dados dos grupos e mestres de localidades mais próximas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Maria Aparecida Da Silva Modesto 09-02-2021 12:50:35

O tema aborda de forma clara e simples de como Sistema de Informação de Saúde(SIS) pode ser utilizado pelo gestor da área de saúde ou entidades governamentais para que possa obter informações atualizadas do tema escolhido. Apesar das referências bibliográficas se apresentarem muito resumida, não prejudicou o entendimento da proposta.

Foto do Usuário Marlon Estevan Marcelino Tinoco 09-02-2021 12:50:35

Parabéns pelo trabalho, o tema é bastante interessante e importante. A saúde aliada a valorização da cultura afro-brasileira é um ótimo meio de dignificar e reconhecer a importância das praticas culturais tradicionais do Brasil. Quanto a metodologia, resultados e discussões o trabalho mostrou-se bem claro e objetivo.