Estratégias de cuidado à saúde de pessoas em situação de rua em tempos de Pandemia- COVID-19: relato de experiência de profissionais da Atenção Primária à Saúde

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Evidências científicas e relatos de experiência sobre Covid-19

Acessos neste artigo: 5


Certificado de publicação:
Certificado de RAQUEL RAMOS SCHETTINO
Certificado de Carla Cristina Ribeiro Ornelas

Certificado de participação:
Certificado de SHIRLEY PEREIRA DE ALMEIDA

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Shirley Pereira De Almeida , Carla Cristina Ribeiro Ornelas , Daniele Aguiar Simim , Marília Do Amparo Marcelino Antônio , Raquel Ramos Schettino , Tânia Correa Oliveira , Silvana Maria Lage Soares , Verônica Pedersane Nunes De Castro

ABSTRACT
No cenário atual de Pandemia do COVID-19 a Atenção Primária à Saúde (APS), 
como porta de entrada do sistema de saúde, assume um papel crítico na identificação precoce, 
no manejo e encaminhamento de pessoas com suspeitas de COVID-19 para outros pontos da 
Rede  de  Atenção  à  Saúde  (RAS),  além  da  coordenação  do  cuidado  (1,2).  Considerando  o 
contexto da população em situação de rua (PSR), suas características e particularidades, há uma 
preocupação em como pensar o atendimento e acolhimento desta população, principalmente, 
diante da atual pandemia quando as medidas de prevenção e proteção são essenciais para se 
evitar  o  adoecimento  e  disseminação  da  doença.  Este  estudo  tem  por  objetivo  relatar  a 
experiência das autoras na articulação de estratégias de cuidado junto à PSR na APS, pontuando 
aspectos do processo de trabalho e de gestão que subsidiaram a reflexão quanto às dificuldades 
e desafios enfrentados pelos profissionais na implantação dessas estratégias. Trata-se do relato 
de  experiência  de  profissionais  da  APS,  docentes  e  acadêmicos  de  enfermagem,  em  uma 
Unidade Básica de Saúde (UBS), localizada na região de hipercentro de uma capital da região 
sudeste,  referência  no  atendimento  à  PSR.  A  assistência  integral  a  esta  população  tão 
desamparada e fragilizada, neste momento, está sendo uma construção diária, de forma contínua 
e conjunta, despertando reflexões e a necessidade de se discutir cada vez mais as políticas 
públicas atuais, de saúde, sanitárias e sociais, de forma a torná-las mais efetivas, na lógica da 
garantia dos direitos de acesso e com equidade. Os profissionais de saúde buscam trabalhar na 
perspectiva de sensibilização dos usuários de acordo com a realidade de trajetória de vida nas 
ruas e considerando a singularidade dos sujeitos. O processo de cuidar, tanto das equipes de 
saúde quanto da PSR, está sendo construído por meio de diálogos, reflexão e de acordo com as 
situações que se apresentam no dia a dia. 
Descritores: Atenção Primária à Saúde. Pessoas em Situação de Rua. Pessoal de Saúde. 
Infecções por Coronavírus.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Jarbas Da Silva Ziani 09-02-2021 12:50:35

Olá, em primeiro momento quero parabeniza-los pela incrível escolha do tema, super atual e pertinente a situação do país. Também quero dizer que a introdução está impecável uma leitura prazerosa e muito leve, porém acredito que a metodologia deve ser mais detalhada visto que carece de mais informações, tais como maiores informações sobre as atividades desenvolvidas. Portanto, acredito que o manuscrito possui um potencial muito grande para a publicação, caso seja de interesse dos autores transforma-los em um artigo, sugeria apenas repensar se não há necessidade de expandir o método. Abraço.

Foto do Usuário Elaine Alves 09-02-2021 12:50:35

Muito relevante o tema proposto. A fundamentação deixa clara a vulnerabilidade da População de Rua. Sugiro um detalhamento de algumas ações, por exemplo: como se deu participação das acadêmicas de enfermagem; como foi a aceitação dos usuários quanto a quarentena temporária; quantos foram infectados até o momento e outras. No entanto, é um ótimo trabalho.

Foto do Usuário ícaro Ferreira Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Discussão de tema com extrema relevância. Fundamentação teórica sintética mas muito bem executada. Sugiro expandir o metodo. Resultados e discussão bem apresentados e de acordo com o que as autoras propuseram abordar. As contribuições que o artigo apresenta são extremamente importantes dado a urgência da emergência sanitária e a lacuna de trabalhos do tema Pergunta: Existem dispositivos governamentais (portarias, protocolos e diretrizes) voltados diretamente ao atendimento da PSR no contexto da pandemia do COVID-19? Se não sugiro discutir o porquê.

Foto do Usuário João Henriques De Sousa Júnior 09-02-2021 12:50:35

Trabalho bem escrito e, de forma geral, condiz com o esperado.

Excelente!! Muito relevante trazer um trabalho com esse tema que por tantas vezes é negligenciado. Grata pelas contribuições!!