Principais procedimentos realizados na Unidade Coronariana de um Hospital Público e desfecho clinico dos pacientes

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Gestão de serviços de saúde

Acessos neste artigo: 3


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Vanessa Calazans Viana , Marsandro Coelho Silva , Michelle Freitas De Souza , Emilia Oliveira Alves , Salete Maria De Fatima Silqueira Muller

ABSTRACT
Objetivo: identificar os principais procedimentos realizados, período de internação e desfecho clinico dos pacientes na Unidade Coronariana de um hospital público universitário de Belo Horizonte para que sejam elaborados protocolos que facilitem o trabalho da equipe de enfermagem. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, transversal e de abordagem quantitativa. Foram incluídos pacientes com idade superior a 18 anos de ambos os sexos. O período de coleta dos referidos dados aconteceu entre agosto e novembro de 2018.A amostra se constitui de 100 prontuários de pacientes admitidos para tratamento na Unidade Coronariana no período exposto.Os dados coletados foram registrados em impresso estruturado sob forma de checklist para identificar os dados. Em seguida, ocorreu a construção de um banco de dados quantitativo e tabulação por meio do programa EpiData 3.1. Os dados foram digitados em planilhas do software Microsoft Excel 2016 e foi elaborado gráficos descritivos de acordo com as variáveis do estudo e em seguida foram submetidos a análise estatística descritiva por meio do Software STATA – Statistics – Graphics – Data Management ,versão 13.0. Resultados: No que concerne às características sociodemográficas da amostra, as admissões, em sua maioria, ocorreram com indivíduos do sexo masculino (51,0%). A idade média apresentada dos indivíduos foi de 59,86 anos (desvio padrão 15,27593). A análise demonstra que dos pacientes admitidos na unidade coronariana, 50 foram para tratamento clínico, 15 realizaram cateterismo, 12 realizaram cirurgia valvar, angioplastia coronariana foi apresentado em 08 prontuários. Cirurgia de Revascularização Miocárdica foi realizada em 07 pacientes e Transplante Cardíaco em 05 casos. Já em relação ao período de permanência nos leitos, foram verificados que em 58 prontuários, a taxa de permanência na unidade foi  entre 01 e 05 dias, em 20 prontuários, a taxa de ocupação foi de 05 a 10 dias,  em 07 prontuários, a taxa de permanecia foi de 10 a 15 dias, em 03 prontuários foram encontrados taxas de 15 a 20 dias e em 12 prontuários a taxa de permanência na unidade foi superior a 20 dias, como mostrado na figura 2.  O estudo obteve ainda a taxa de alta de 96% e uma pequena taxa de óbitos de 4%, como mostrado na figura 3. Em relação aos dias de permanência na unidade, constatou-se que em sua maioria, 58 casos, permaneceram em tratamento por até 05 dias. Conclusão:O estudo possibilitou o conhecimento dos principais procedimentos realizados na unidade coronariana, o tempo de permanecia e desfecho clinico dos pacientes. Esse estudo pode auxiliar em estratégias que consigam desenvolver e/ou aprimorar os conhecimentos, habilidades e atitudes nos enfermeiros a fim de possibilitar atendimento qualificado e seguro ao paciente. Dessa forma, é necessário a implementação de programas para desenvolver as competências desse profissional enfermeiro para atender as demandas de um setor tão complexo como a unidade coronariana.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Maria Carolina Costa Rezende 09-02-2021 12:50:35

O resumo apresenta uma boa formatação. Porém os resultado poderiam ter sido discutidos mais aprofundadamente.