Lombalgia Gestacional em Praticantes e não Praticantes do Método Pilates

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Saúde da Mulher

Acessos neste artigo: 6


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Victória Gonçalves Ribeiro , Tâmisa Dayana Araújo Abreu , Renata Ribeiro Durães

ABSTRACT
Introdução: No período gestacional, ocorrem diversas mudanças no organismo da mulher, e entre essas alterações, a lombalgia é uma queixa recorrente das gestantes. Como tratamento, destaca-se o método pilates por ser eficaz no alivio da dor na região lombar, no fortalecimento da musculatura global, além de favorecer o momento do parto e de melhorar a qualidade de vida da paciente. Objetivo: Avaliar a presença de lombalgia em gestantes praticantes e não praticantes do método pilates. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, comparativo, quantitativo e de corte transversal. A amostra foi composta por 19 gestantes do segundo ao terceiro trimestre das clínicas de pilates e de ginecologia, divididas em dois grupos distintos de praticantes e de não praticantes do método. Para coleta de dados, foram utilizados questionários elaborados pelas próprias pesquisadoras para mensurar aspectos relacionados à lombalgia, e a Escala Visual Analógica para avaliar a intensidade da dor. A análise estatística foi realizada de forma descritiva por meio do programa SPSS 20.0 (Software Statitical Package for the Social Sciences). A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa da Associação Educativa do Brasil (SOEBRAS) com parecer consubstanciado nº 3.507.048.  Resultados: Por intermédio do estudo, foi possível observar que o método pilates foi benéfico para as praticantes, pois observou-se melhora da lombalgia e redução da intensidade da dor mensurada pela escala visual analógica, em comparação com as participantes não praticantes do método. Conclusão: Conclui-se que a prática do método pilates proporciona benefícios para as gestantes, como a diminuição da dor lombar no que tange à intensidade e à diminuição do desconforto que são oriundos do processo de gestação.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Raiane Caroline Garcia 09-02-2021 12:50:35

Muito bom o trabalho, além de ser uma temática bem trabalhada na literatura. No entanto, sugiro que o resumo seja feito em um parágrafo único. Acredito que seria interessante apresentar na introdução a lacuna do trabalho e na metodologia o período que foi realizado a coleta de dados, acrescentar se as participantes da pesquisa já praticavam exercícios físicos. Para mais, sugiro que nos resultados, comece descrevendo os principais resultados, antes de falar da tabela.

Foto do Usuário Bárbara Vieira Sardi 09-02-2021 12:50:35

Artigo bastante interessante, sobre o tema bastante atual do atendimento multiprofissional à gestante, gerando não apenas um trabalho de parto mais humanizado, como um desenvolvimento da gestação de forma mais saudável. A leitura do artigo flui bem e fica clara a comparação estabelecida pelos autores. Sugiro aumento do estudo para englobar mais participantes, com maior poder estatístico, buscando também divulgar a importância da atividade. Gostaria de questionar os autores sobre a experiência subjetiva que tiveram ao lidar com essas pacientes, se perceberam maior facilidade de manejo realmente naquelas sob o tratamento avaliado.

Foto do Usuário Jéssica Luzia Delfino Pereira 09-02-2021 12:50:35

É importante seguir as normas dos resumos solicitados pelo Congresso. Temática de grande relevância,porém há a necessidade de ampliar mais na discussão e/ou conclusão. atenção quando citar abreviações no texto. Parabéns aos autores.

Foto do Usuário Monica Yuri Takito 09-02-2021 12:50:35

O tema é interessante. Os autores devem tomar cuidado com as afirmações finais, uma vez que estudos tranversais não possibilitam afirmações de causalidade. A relação causa e efeito (fazer pilates não melhora da queixa, diminuir a frequencia/prevalencia de dor lombar ou intensidade de acordo com as analises estatisticas apropriadas.

Foto do Usuário Victória Gonçalves Ribeiro 09-02-2021 12:50:35

O artigo desenvolve com uma leitura bem clara de entender. Nas novas perspectivas atuais sobre os exercícios físicos na gravidez, foi inteligente de fazer essa comparação, destacando ainda mais os benefícios da atividade física na gravidez para diminuir as dores e alterações provenientes desse período e esclarecendo ainda que quem não prática as dores aumentaram e alterações foram maiores quando comparadas ao outro grupo.

Foto do Usuário Joselita De Jesus Bomfim 09-02-2021 12:50:35

o objetivo está bem claro , além do tema pertinente e que contribui muito com a qualidade de vida do binômio mamãe de bebê.