AVALIAÇÃO DA COBERTURA DOS CAPS: UMA ANÁLISE PARA MINAS GERAIS

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Gestão de serviços de saúde

Acessos neste artigo: 6


Certificado de participação:
Certificado de Ethiara Vieira de Macedo

Certificado de publicação:
Certificado de Ethiara Vieira de Macedo

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Ethiara Vieira De Macedo , Mirela Castro Santos Camargos

ABSTRACT
Criados para serem substitutivos aos hospitais, de caráter aberto e comunitário, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) destacam-se por serem dispositivos estratégicos na estruturação da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), sendo responsáveis por direcionar a política local de Saúde Mental. Esses centros possuem um papel estratégico no atendimento à crise e sua distribuição é importante para garantir a oferta adequada de serviços à população, nas diversas regiões. Diante disso, o objetivo deste estudo foi avaliar a cobertura dos CAPS, comparando 2018 com 2011, ano que marca o início da implantação da RAPS, utilizando o estado de Minas Gerais como cenário. Além disso, analisou-se as informações obtidas de CAPS I, II, III (Saúde Mental, excluindo aqueles para populações específicas). Como fonte de dados foi utilizado o DATASUS (Departamento de Informática do SUS) e foi calculada a da taxa de cobertura CAPS por 100 mil habitantes, seguindo os parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde, o que permitiu avaliar possíveis especificidades e vazios assistenciais. Os resultados da pesquisa apontam que, em 2018, a taxa de cobertura geral de CAPS no estado de Minas Gerais é classificada como muito boa, sendo que apenas uma microrregião apresentou vazio assistencial. Quando realizada a análise por modalidade de CAPS I, II e III a situação é diferente, com outras microrregiões apresentando vazios. Espera-se que os elementos identificados neste estudo sejam úteis para os gestores do estado, subsidiando as próximas discussões sobre a RAPS e o aumento dos CAPS em Minas Gerais.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Leonardo Isolani E Andrade 09-02-2021 12:50:35

Escrita muito boa, dados bem trabalhados e mapas excelentes.

Extremamente relevante. A redação é clara, objetiva e o trabalho tem uma estrutura de construção com revisão solida da literatura e resultados que cumprem os objetivos propostos com a metodologia.

Foto do Usuário Raíssa Morgana Santos Fuza 09-02-2021 12:50:35

Artigo com grande aporte cientifico, expressa bem seu objetivo, e de grande contribuição para estruturar as lacunas da rede de atenção psicossocial do estado de Minas Gerais.

Foto do Usuário Fernanda Esmério Pimentel 09-02-2021 12:50:35

O texto está bem estruturado, o método é resultado são satisfatórios. A realização de estudos semelhantes a este possibilita o conhecimento dos serviços especialistas em saúde mental. Acredito que a expansão da pesquisa para os demais Estados poderia contribuir para o conhecimento.

Foto do Usuário Cássio Murilo Alves Costa 09-02-2021 12:50:35

O artigo é relevante e contribui com o tema da saúde mental de forma estruturada e científica.