RELATO DE EXPERIÊNCIA: PROCESSO DE GESTÃO E AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE NO MUNICÍPIO DE CRATO-CE

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Gestão de serviços de saúde

Acessos neste artigo: 6


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Camila Lima Silva , Cicero Erlândio Isídio De Almeida , Lucina Nunes De Sousa , Maria Do Socorro Costa , Nathalie Peixoto Ratts , Talita Leite Beserra

ABSTRACT
O planejamento no SUS é uma função gestora que além de requisito legal, é um dos mecanismos relevantes para assegurar os princípios constitucionais do sistema. Expressa as responsabilidades dos gestores de cada esfera de governo em relação à saúde da população do território quanto à integração da organização sistêmica. A tarefa de planejar exige conhecimento técnico que se expressa em instrumentos e ferramentas desenvolvidas em processos de trabalho. Avaliar consiste basicamente em fazer um julgamento de valor a respeito de uma intervenção ou sobre qualquer um de seus componentes, com o objetivo de ajudar na tomada de decisões. Este julgamento pode ser resultado da aplicação de critérios e de normas (avaliação normativa) ou se elaborar a partir de um procedimento científico (pesquisa avaliativa). O objetivo deste artigo é relatar a experiência dos autores mediante a investigação do processo de gestão, planejamento e avaliação dos serviços de saúde ofertados em um município da Macro região do Cariri do Sul do estado do Ceará. Trata-se de um estudo descritivo, tipo relato de experiência que ocorreu a partir de uma visita à Secretaria de Saúde do Município de Crato. Participaram do momento, as coordenadoras da atenção farmacêutica, da vigilância epidemiológica e da atenção básica, estas foram escolhidas de forma aleatória e mediante a disponibilidade para participar da ocasião. Os coordenadores relataram que o planejamento regional é baseado nas políticas de saúde que subsidiam as tomadas de decisões locais, porém com as adequações necessárias. A avaliação é um processo permanente.  Logo após o planejamento, cada setor demonstrou uma forma própria de avaliação, mas os mecanismos não foram bem explicitados. No entanto, expressam a necessidade de melhorar tal atividade, almejando uma melhor demonstração da efetividade e impactos das ações executadas. Além disso, julga-se necessário o estabelecimento de instrumentos, sejam protocolos, reuniões avaliativas etc.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Déborah Sampaio Aragão Saldanha 09-02-2021 12:50:35

Como o título já menciona a cidade Crato, não há necessidade de citar mais de uma vez ''em um município da Macro região do Cariri do Sul do estado do Ceará''. Também convém separar, um município da macrorregião do Cariri, situado no sul do estado do Ceará. Sugere-se colocar no método o ano do estudo.

Foto do Usuário Douglas Roberto Freitas Venâncio 09-02-2021 12:50:35

As questões apresentadas evidenciam a necessidade de um olhar crítico em relação a atuação dentro e pelo SUS. Como as autoras colocam, tal exercício pretende e ocasiona uma melhor eficácia no que se propõem os serviços ofertados

Foto do Usuário Hudson José Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Os trabalhos que trazem temáticas relacionadas a avaliação dos serviços de saúde são de extrema relevância ao cenário dos serviços de saúde, particularmente ao SUS. O SUS ainda é carente de sistemas de planejamento e avaliação eficientes e objetivos que contribuam para o aumento de sua efetividade. Dentro desse contexto, pergunto aos autores se foram abordadas, durante as observações de campo, a existência de ferramentas que auxiliem os gestores participantes na tomada de suas decisões no cotidiano das suas práticas de gestão bem como na avaliação de suas ações e planejamentos futuros.