EDUCAÇÃO FÍSICA E PROMOÇÃO À SAÚDE: PERCEPÇÃO NO ESPAÇO ESCOLAR

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde

Acessos neste artigo: 6


Certificado de publicação:
Certificado de Margysa thaymmara bezerra rosas

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Margysa Thaymmara Bezerra Rosas , Janilson Noca Da Silva , José Venâncio Vieira , Fernanda De Oliveira Silva

ABSTRACT
Por ser notória a importância da educação na formação do ser humano, em seus aspetos social e escolar, a temática saúde, especificando a promoção à saúde pode se fazer presente nas ações escolares, ou até em seu plano de ensino. Nesse sentido o estudo tem como objetivo geral analisar de que forma a promoção à saúde está contemplada na proposta curricular das escolas da rede de ensino da cidade de Sousa-PB. Para atender os objetivos propostos para esse trabalho foi realizada em duas escolas uma pesquisa de natureza qualitativa e descritiva, na Escola Municipal José Reis e Escola Municipal Rômulo Pires. A amostra foi composta por dois professores de Educação Física e os diretores de cada escola, utilizando como instrumento um questionário. Observou-se que a compreensão de promoção à saúde por partes dos pesquisados é que alguns compreendem e outros não. Nas escolas existem propostas pedagógicas como o programa PSE, saúde bucal, acompanhamento nutricional nos lanches das escolas, trabalham o tema DST nas aulas, como também conteúdo da educação física escolar. É importante frisar que no PPP da escola municipal encontra-se algumas ações de promoção à saúde, mas que as mesmas não são realizadas de acordo com a fala dos sujeitos. Sobre a Educação Física foi constatado que existem atividades pedagógicas que os professores contemplam na perspectiva da promoção com base em conteúdos
trabalhados em sala de aula. Sendo assim, consideramos que ao discutirmos em nossa pesquisa essa temática, esse trabalho tornou-se relevante ao ampliar os conhecimentos sobre a promoção à saúde no âmbito escolar, revelando que existe uma preocupação no trabalho com a promoção à saúde, mas que as ações precisam ter um planejamento mais sistematizado das práticas pedagógicas. Dessa forma, acredita-se que outros estudos precisam ser pensados para cada vez mais tentarmos fortalecer esse debate com vistas
uma melhoria no processo educativo e formativo do aluno.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ellen Maria Isis Leite Morales 09-02-2021 12:50:35

Tema atual e relevante, bem embasado, aplicado e descrito. Para reconhecimento do protagonismo dos profissionais diante da promoção da saúde, Impontante resgate histórico-social e a revisão do contexto LDB e MS em vossa revisão de literatura. E a observação das ações local. Congratulações

Foto do Usuário Gustavo Luiz Oliveira Schoffen 09-02-2021 12:50:35

Trabalho bem elaborado e com uso de bibliografias atuais. Temática relevante para a sociedade.

Foto do Usuário Paulo Tibério Armando Saveca 09-02-2021 12:50:35

É um tema bastante interessante pois relata factos actuais e relevantes para a sociedade.

Foto do Usuário Oliveira 09-02-2021 12:50:35

Por se tratar de Educação Física Escolar, os autores poderiam utilizar a BNCC, com referencia. Quando podemos dizer de fato que a Educação Física escolar contribui para a saúde dos escolares, crianças e adolescentes?