ENSINO DA GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA INTEGRADO AOS SERVIÇOS DE SAÚDE: ANÁLISE DA EXPERIÊNCIA DE EDUCAÇÃO INTERPROFISSIONAL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação, formação e treinamento em saúde

Acessos neste artigo: 6


Certificado de publicação:
Certificado de Thaís Ostroski Olsson

Certificado de participação:
Certificado de Thaís Ostroski Olsson

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Thaís Ostroski Olsson , Mateus Dalmoro , Marcelo Viana Da Costa , Marina Peduzzi , Ramona Fernanda Ceriotti Toassi

ABSTRACT
Este estudo de caso de abordagem qualitativa estuda o tema da Educação Interprofissional (EIP) na graduação em Odontologia, analisando uma experiência de ensino na Atenção Primária à Saúde (APS). Participaram da pesquisa 38 estudantes de Odontologia que concluíram atividade de EIP nos serviços de APS (eletiva), de 2012 a 2019, por meio da aplicação de instrumento online (questões abertas) e entrevistas individuais semiestruturadas. A análise do material textual utilizou a análise de conteúdo (Bardin) considerando os níveis de avaliação de Kirkpatrick – reação, aprendizado e comportamento. Destacaram-se na reação tanto aspectos voltados à didática e organização da atividade, como ensino por grupos de tutoria na APS com estudantes-professores-profissionais de diferentes áreas, quanto a articulação e a complementação dos conteúdos mobilizados com aqueles desenvolvidos em disciplinas obrigatórias. Aprendizagens sobre cuidado em rede no Sistema Único de Saúde (SUS) e o desenvolvimento de competências colaborativas para o trabalho em equipe foram observadas. Os estudantes identificaram mudanças positivas na abordagem do paciente em clínica e passaram a reconhecer a possibilidade de o cirurgião-dentista trabalhar em equipe (comportamento). Desafios como a característica eletiva da experiência, pouco tempo de duração e limitação de novas atividades de EIP no currículo foram relatados. Resultados positivos relacionados à reação, aprendizado e comportamento dos estudantes, foram observados após a experiência. Atividades de EIP devem ser incorporadas aos currículos da graduação em Odontologia, compondo com as atividades uniprofissionais da formação.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ana Paula Paiva 09-02-2021 12:50:35

O estudo se faz relevante devido à escolha do seu tema. A questão multiprofissional no trabalho em saúde é algo essencial, uma vez que o paciente precisa ser tratado como um todo, não somente com um olhar voltado para o elemento dental, como é o caso da Odontologia. Essa temática deve ser mais abordada nos cursos de graduação, buscando a troca de experiência e saberes entre os diversos profissionais. A forma como os resultados foram elencados, trouxe clareza dos relatos acerca do SUS, APS e atuação de cada profissional, sendo importante para a reflexão do leitor. Seria interessante que as limitações desse processo também fossem apresentadas de forma mais detalhada pelos estudantes. Pergunta: De que forma o Cirurgião-Dentista atua em uma equipe multiprofissional?

Foto do Usuário Ana Maria Pedroso De Campos Neta 09-02-2021 12:50:35

Este estudo traz um tema importante para as práticas de trabalho colaborativo entre as diversas profissões de saúde que acarreta uma melhor qualidade para os serviços de saúde e que fazem parte das diretrizes do trabalho de equipe no SUS. Os cursos de odontologia ainda têm uma estrutura uniprofissional e precisaria mudar. Qual a sugestão que poderiam apresentar para essa mudança tão necessária?

o modelo de analise qualitativa através de analise de conteudo de bardan não esta conectado modelo de avaliação de Kirkpatrick declarado no objetivo e também não apresentado nos resultados '' Analisar a experiência de EIP em serviços de Atenção Primária à Saúde (APS)na graduação em Odontologia, a partir do modelo de avaliação de Kirkpatrick''