DESCRIÇÃO DO PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS INTOXICAÇÕES EXÓGENAS NOS ANOS DE 2016 E 2017 NOTIFICADAS NO SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO NO TERRITÓRIO NACIONAL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde

Acessos neste artigo: 5


Certificado de publicação:
Certificado de Juliana dos Santos Heringer
Certificado de Thais Helena Mancilla Sanchez
Certificado de Juliana Andrea de Deus
Certificado de Juliana Andrea de Deus
Certificado de Julianne dos Santos Maldonado Menetti

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Juliana Dos Santos Heringer , Juliana Andrea De Deus , Thais Helena Mancilla Sanchez , Julianne Dos Santos Maldonado Menetti , Edna Maria Miello Hernandez

ABSTRACT
As intoxicações exógenas (IE) são uma crescente preocupação a nível mundial, sendo a circunstância e o agente causador variáveis de uma região para outra. Mediante o exposto, é importante a análise dos dados epidemiológicos para melhor direcionamento do diagnóstico e manejo, além de possibilitar a formulação de medidas preventivas à população. Considerando que as IE são um tema ainda subestimado pelos próprios profissionais da saúde, e até pelos estudantes, este trabalho propõe o delineamento do perfil epidemiológico das intoxicações exógenas em razão de evidenciar sua importância, bem como de atualizar as informações. Para tal, será consultada a base de dados SINAN pelo DataSus, nos anos de 2016 e 2017, tendo como foco a análise das Regiões do Brasil, comparando-as entre si. As variáveis abordadas foram: sexo, raça, faixa etária, escolaridade, agente tóxico, circunstância e evolução do caso – destacando dentre esses, os óbitos. Os dados foram analisados com o auxílio do programa Microsoft Excel®.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Letícia Zalasik 09-02-2021 12:50:35

A discussão do artigo foi muito relevante comparando as regiões, com relação a idade e causas foi o que mais me chamou a atenção. Como sugestão explorar o que esses dados significam e de que forma eles auxiliam a prática do profissional de saúde.