AUTOCUIDADO APOIADO – APLICAÇÃO PRÁTICA DAS INTERVENÇÕES EDUCACIONAIS E DE APOIO NO CUIDADO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA: A EXPERIÊNCIA DA CLINICASSI JUIZ DE FORA.

Temas: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde


Certificado de publicação:
Certificado de Ana Maria Duque Santos De Araujo

Acessos nesse artigo: 2


AUTORIA

Flávio Magalhães Lotti , Ana Maria Duque Santos De Araujo , Fatima Maria Da Silva Pires , Viviane Gonçalves Barroso

ABSTRACT
Resumo
O Autocuidado Apoiado, de forma alinhada ao Modelo de Atenção Integral à Saúde (MAIS), objetiva preparar e empoderar as pessoas para que auto gerenciem sua saúde. O Autocuidado Apoiado se faz por meio da ênfase no papel central das pessoas usuárias no gerenciamento de sua própria saúde, estimulando a autonomia e configura-se como um dos pilares de sustentação do modelo de atenção às condições crônicas. Este trabalho tem por objetivo compartilhar a experiência da CliniCASSI de Juiz de Fora, serviço de Atenção Primária à Saúde (APS) da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (CASSI) na prática de intervenções educacionais e de apoio visando o Autocuidado Apoiado. Espera-se contribuir para a percepção de diferentes possibilidades de atuação das equipes e, por conseguinte, para o estabelecimento de novas práxis. O relato desta experiência e seus resultados práticos demonstram a viabilidade e a importância da utilização de tecnologias de cuidado que potencializem a autonomia e o empoderamento para a tomada de decisão, considerando os processos de trabalho e os papéis e responsabilidades de cada membro da equipe. O Autocuidado Apoiado potencializa a autonomia na gestão do cuidado de saúde, sobretudo daqueles pacientes com alguma condição crônica, a fim de promover a qualidade de vida e prevenir agravamento dos quadros.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Erisvan Vieira Da Silva 09-02-2021 12:50:35

O estudo apresenta o relato de experiência bem descrito e de grande relevância para o fortalecimento da APS no Brasil. Apresenta algumas incongruências na formatação. Enquanto sugestão,descrever de forma mais sucinta e clara a implementação, deixando claro a quantificação exata do público-alvo, quais profissionais de saúde envolvidos nesta estratégia e a duração.

Foto do Usuário Renato Barreto Almeida 09-02-2021 12:50:35

O compartilhar na definição das ações em saúde é importante para a adesão e na busca por atingir o controle de doenças crônicas ao empoderar o paciente da sua própria saúde.

Foto do Usuário Milena Pereira Saraiva 09-02-2021 12:50:35

Considero um trabalho de escrita madura, coerente e bem embasado, muito relevante para a prática dos profissionais que lidam com Atenção Primária e os portadores de doenças crônicas. Da forma como foi descrito possibilita a outros profissionais traçarem o mesmo caminho para tentar esse tipo de resultado.

A realidade da assistência à saúde as pessoas em condições crônica está centrada no ato prescritivo com poucos resultados efetivos. O processo de mudança, em contrapartida, exige a elaboração de um plano de cuidado com metas pactuadas, monitoramento periódico, habilidade em resolver problemas e prevenção de deslizes e recaídas. Dessa forma, o autocuidado apoiado é mesmo uma ótima ferramenta a ser utilizada em APS para potencializar ganhos no cuidado em saúde dos pacientes. Excelente trabalho, poderia ser expandido em oficina de capacitações, pensaram nisso?

Foto do Usuário Aneide Rocha De Marcos Rabelo 09-02-2021 12:50:35

Trabalho bem estrutura e organizado, abordando um tema relevante que repercute positivamente na qualidade de vida dos envolvidos