OS CAMINHOS DOS CUIDADORES INFORMAIS NA ATENÇÃO DOMICILIAR

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Gestão de serviços de saúde

Acessos neste artigo: 4


Certificado de publicação:
Certificado de Andreia Devislanne Ribeiro

AUTORIA

Andreia Devislanne Ribeiro , Mirela Castro Santos Camargos

ABSTRACT
O envelhecimento populacional, ou seja, o aumento do peso relativo das pessoas idosas na população total, foi um dos principais eventos demográficos do século XX e, certamente, terá sua importância mantida no século XXI. O aumento de idosos na população, associado ao crescimento da longevidade, lançam desafios em relação às políticas de cuidado voltadas à população que envelhece. Entre essas destaca-se a Política de Atenção Domiciliar (AD). Na AD, as relações cuidador- equipe- indivíduo - família são fundamentais na implementação do cuidado no domicílio e na melhoria do indivíduo, reafirmando a importância das tecnologias leves. Esse estudo teve por objetivo conhecer o cotidiano dos cuidadores informais de idosos atendidos pelo Programa de Internação Domiciliar (PID) do município de Betim – MG e identificar os desafios enfrentados no cuidado a pessoas idosas dependentes de tecnologias para manutenção de vida. Acredita-se que essa foi uma forma de avaliar o Programa de Internação Domiciliar do município. Afinal, a opinião do usuário, aqui representado pelo cuidador informal, fornece elementos para entender como o programa funciona na prática, levantando possíveis lacunas e potencialidades. Esse estudo, de natureza exploratória e descritiva, foi realizado por meio de abordagem qualitativa com a realização de entrevistas semiestruturadas. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas por meio da técnica de análise de conteúdo temática. Os resultados apontaram lacunas no que tange à estruturação da Rede de Atenção à Saúde em Betim. Por meio dos relatos dos cuidadores entrevistados no PID, foi possível evidenciar fatores relevantes para a estruturação da AD como o acesso, a integralidade, a resolutividade, a universalidade e a organização dos serviços. Salienta-se o distanciamento entre a portaria que regulamenta a AD e a realidade no que tange aos fluxos de encaminhamentos e fornecimentos de insumos, evidenciados por meio das entrevistas com os cuidadores dos idosos. Uma vez levantados os trajetos percorridos pelos cuidadores em busca de atendimento à saúde, foi identificada a necessidade de interdependência e complementaridade entre os serviços que compõem a Rede de Atenção à Saúde com vistas a garantir a integralidade do cuidado. Também foram observados aspectos relacionados aos desafios e oportunidades inerentes à articulação em rede, dentre os quais destacam-se: a dificuldade de articulação com a atenção primária, desresponsabilização dos serviços e desconhecimento das pessoas sobre a oferta de serviços da rede de saúde e deficiência de comunicação entre os serviços. Entre as oportunidades, evidenciaram-se práticas de referência e contrarreferência. Considera-se que a atenção domiciliar representa um importante espaço no reordenamento do trabalho em saúde e na reorganização da atenção à saúde. Ressalta-se que iniciativas de envolvimento, articulação, interação e integração com outros serviços de saúde são fundamentos primordiais para se alcançar os pressupostos da Rede de Atenção à Saúde.
Palavras chave: Idoso, cuidador, assistência domiciliar aos idosos.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Amanda Pontin Sant'ana 09-02-2021 12:50:35

Escrita científica com grande aporte de autores relevantes para a discussão do tema.

Foto do Usuário Raíssa Morgana Santos Fuza 09-02-2021 12:50:35

Artigo de boa qualidade, abrange pontos importantes quanto ao cuidado a atenção domiciliar, onde representa um importante espaço no reordenamento do trabalho em saúde que necessita que um olhar mais rigoroso do sistema de saúde. Leitura realizada com satisfação

Foto do Usuário Diego Mendonça Viana 09-02-2021 12:50:35

Estudo bem delineado e bem fundamentado. Atende aos requisitos de rigor científico na área

Foto do Usuário Carolina Sales Galdino 09-02-2021 12:50:35

Tema muito relevante e necessário de ser discutido.