TENDÊNCIA E DISTRIBUIÇÃO DE HANSENÍASE E MALÁRIA NO BRASIL

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Indicadores Sociais de saúde

Acessos neste artigo: 6


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Amanda Ceratti

ABSTRACT
Esse estudo buscou analisar por meio de dados secundários a tendência dos coeficientes de incidência de duas doenças infecciosas, a hanseníase e a malária, entre adultos no período de 2010 a 2017. Os dados foram agrupados e calculados de acordo com região do Brasil, sexo e faixa etária com o intuito de compreender possíveis fatores associados ao contágio e enfatizar as medidas de prevenção e controle dessas doenças.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Hellen Gomes Conceição Silva 09-02-2021 12:50:35

Tema relevante, poderia ser mais contextualizado, mais explorado

Hanseníase e malária doenças bastante negligenciadas e que a pesquisa traz a importância de trabalhar essas doenças.

O tema é bastante atual e relevante no cenário de Saúde Pública. No entanto, abordou-se o tema muito superficialmente. Poder-se-ia ter explorado mais o tema, discursar mais sobre as doenças e sobre a importância delas no cenário brasileiro. Além disso, as referências são antigas e os dados só abrangem até 2017.

Foto do Usuário Gabriel Burin Arnaut 09-02-2021 12:50:35

Trabalho bem elaborado, parabens. Meu sogro está em tratamento na minha cidade, ele aponta alguns desafios para realização do tratamento, quais foram na opiniao de voces os maiores desafios, quanto a adesão ao tratamento correto ?