Impacto do COVID-19 no Setor de Papel e Celulose

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Acessos neste artigo: 7


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Elias Dib Caddah Neto , Helen Maria Da Silva Gomes , Irlana De Pinho Silveira

ABSTRACT
Em 12 de março de 2020, a doença de coronavírus 2019 (COVID-19) foi confirmada em 125.048 pessoas em todo o mundo, com uma mortalidade de aproximadamente 3,7%, em comparação com uma taxa de mortalidade inferior a 1% por influenza. Embora os impactos econômicos globais exatos ainda não sejam claros, os mercados financeiros já reagiram com movimentos dramáticos. Para fornecer e entender os padrões de risco sistêmico nos mercados financeiros, este artigo explora os dados disponíveis na tentativa de responder à seguinte pergunta: Como tem se comportado o mercado de papel e celulose durante a pandemia? As autoridades monetárias implementaram medidas políticas intensivas para salvar esses mercados financeiros em dificuldades. No entanto, essas mesmas políticas podem criar inconsistências entre as expectativas de curto e longo prazo dos investidores. As reações do mercado à nova doença de Coronavírus de 2019 (COVID-19) lançam luz sobre a importância das políticas financeiras e comerciais internacionais para o valor da empresa. Uma maneira óbvia de que as pandemias podem impactar os sistemas financeiros é através de seus enormes custos econômicos. Entre as preocupações econômicas que estão agora na vanguarda da COVID-19: custos para o sistema de saúde, público e privado, do tratamento médico dos infectados e do controle de surtos. O vírus já matou milhares de vidas e trouxe desafios significativos a todos os países do mundo. Os mercados financeiros viram um movimento dramático em uma escala sem precedentes. Os resultados atuais mostram que os riscos do mercado financeiro global aumentaram substancialmente em resposta à pandemia. As reações individuais do mercado de ações estão intimamente ligadas à gravidade do surto em cada país.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Annandy Raquel Pereira Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Qual a contribuição do trabalho? não está explícita na introdução. Sugiro inserir o problema de pesquisa depois da contextualização na introdução Crítica: Artigo com pouca fundamentação teórica, não há referencial teórico.

Foto do Usuário Joselita Anunciacao Santos 09-02-2021 12:50:35

Parabéns aos autores, o tema é relevante e oportuno, entretanto alguns problemas ainda precisam ser destacados. Faltou construir ou apresentar a questão de pesquisa. As análises ficaram presas aos dados, sem comunicação com outros estudos que pudessem fundamentar os resultados encontrados. A conclusão apresenta apenas os resultados das análises, de forma repetida, sem acrescentar algo novo na discussão. Esse item deveria ser mais aprofundado mostrando as contribuições ou impactos sobre os resultados encontrados e, em que avançou sobre os demais. Os autores não justificaram a escolha da amostra: por que analisar apenas o Setor de Papel e Celulose?

Foto do Usuário Graziela Alves Ribeiro 09-02-2021 12:50:35

sugestão: colocar na conclusão mais dados sobre o Brasil. pergunta: quais os desafios mais significativos que covid-19 trouxe para a área?

Foto do Usuário Rayssa Alves Da Silva 09-02-2021 12:50:35

O tema é bem interessante para o momento em que estamos vivendo, onde a economia entrou em crise por conta do COVID-19. Sobre o artigo, as referências ainda são poucas por ainda estarmos presenciando este momento de crise e não estar exatamente certo ainda todos os impactos sofridos pela pandemia. A análise apresenta-se de maneira enxuta, poderia ter explorado mais, como por exemplo, ter associado outros setores a fim de verificar como também tem se comportado. Poderia também, ter descrito o gráfico, a fim de tornar mais visível. Por fim, mais uma forma de sugestão do que pergunta, porque não utilizar-se de outros setores afim de verificar qual está sendo mais impactado com a crise?