Finanças Comportamentais: Um Reflexo da Situação do Cruzeiro Esporte Clube - MG nos Campeonatos e a Participação dos Sócios Torcedores Cruzeirenses nos Jogos Realizados no Estádio Mineirão em 2019.

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Finanças

Acessos neste artigo: 5


Certificado de publicação:
Certificado de Wanessa Letícia de Oliveira Miranda

Certificado de participação:
Certificado de Wanessa Letícia de Oliveira Miranda

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Gustavo Samuel Cunha , Gustavo Rodrigues Cunha , Wanessa Letícia De Oliveira Miranda

ABSTRACT
A preocupação dos Dirigentes de Clubes Brasileiros está no fomento de potenciais investidores e no aumento de receitas para suas equipes. Uma forma encontrada pelos Clubes a partir do ano de 2000 foi a criação de programas de Sócio Torcedor, na tentativa de fidelização destes torcedores que assumem uma parcela em valor variável como contribuição ao clube em troca de uma série de benefícios. Sabe-se que o futebol é a paixão nacional e que o torcedor está altamente conectado psicologicamente e afetivamente ao desenvolvimento do clube. O estudo busca através de uma comparação com a Teoria das Finanças Comportamentais, analisar o panorama do Cruzeiro Esporte Clube, com a sua atuação nos Campeonatos: Mineiro, Copa do Brasil, Copa Libertadores da América e Campeonato Brasileiro de 2019 – “Brasileirão” e a participação efetiva dos torcedores nas partidas realizadas no Estádio Governador Magalhães Pinto – Mineirão.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

O estudo é relevante, seria interessante explicitar sua importância social, além da contribuição acadêmica. O que motivou a escolha do Cruzeiro Esporte Clube? (O diferencial em relação aos demais times) Para futuras pesquisas, seria positivo analisar o comportamento do sócio torcedor de demais clubes, a fim de entender se a tendência identificada nesse estudo também está presente neles.

Foto do Usuário Fábio Chaves Nobre 09-02-2021 12:50:35

Artigo precisa melhorar a discussão teórica a respeito de Finanças Comportamentais e a discussão sobre os vieses, ou seja, os trabalhos seminais da área não foram constatados. A relação entre os vieses e o sentimentalismo no futebol não ficou claro no referencial teórico, pois precisa de aprofundamento na discussão. Na metodologia não ficou claro quanto a estatística bivariada e nem a relevância da escolha do clube escolhido. Os resultados, constam, apenas, o começo da análise estatística descritiva sem o seu devido aprofundamento e análise. Na metodologia consta a análise bivariada, porém nos resultados não foram detectados tais análises e, apenas, foram feitos análises superficiais dos fatos ocorridos e, assim, provocando análises sem fundamentações.

Foto do Usuário Ingrid Conceição Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Sugestão: avaliar o comportamento do sócio torcedor por meio de amostragem e responder a pergunta: Que fatores comportamentais levam o sócio torcedor a comprar os ingressos das partidas? Os objetivos específicos do trabalho são claros, mas a pergunta de pesquisa não tem uma resposta clara e conclusiva no texto ou na conclusão, que poderia ter sido mais elaborada.

Foto do Usuário Marcos De Carvalho Dias 09-02-2021 12:50:35

O estudo é bem interessante, ao utilizar uma ferramenta de análise para um segmento social muito pouco explorado: o comportamento das torcidas de futebol. Também penso que tal estudo seria mais completo se contemplasse uma análise qualitativa dos motivos que levaram os torcedores a se ausentarem do estádio, e as motivações que os levaram à predileção da Copa Libertadores em detrimentos dos outros disputados pelo clube.

Foto do Usuário Carlos Enrique Watermann 09-02-2021 12:50:35

o tema é relevante, a analise dos sócios de um time de futebol, paixão nacional é muito da emoção e das vitorias, ficou claro no estudo, a revisão de literatura é antiga, precisaria ter autores mais recentes, podendo ser internacionais, o texto mostra a correlação entre finanças comportamentais e o fator emotivo na tomada de decisão. bem pontuado.