ESTUDO DA GESTÃO DE ESTOQUES NO SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS (SEBRAE- RO)

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Acessos neste artigo: 6


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Camila Dutra Santos , Fábio Rogério De Morais

ABSTRACT
Com o objetivo de alcançar uma boa gestão de estoques é necessário incluir o tema na definição das estratégias de operações da empresa, pois, os mesmos podem gerar custos desnecessários para a organização. A análise da gestão de estoques se torna um tema importante, visto que, contribui com o controle interno das operações da empresa, independente do ramo de negócio. Esse controle deve ser analisado de forma individual por cada empresa, tendo em vista, possuírem segmentos diferenciados, por conseguinte o controle de estoque se torna diferente para cada uma delas. Assim, esse estudo visa analisar o impacto que a implantação de um sistema eletrônico pode causar nos custos com estoques. Desse modo, foram analisados esses custos antes e após a implantação do sistema eletrônico no órgão de Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE-RO). Bem como a redução dos custos com estoques devido à inovação. Para atingir tal objetivo, foi necessário fazer o levantamento de relatórios da ficha financeira de estoques por meio de uma pesquisa documental. Observou-se que, com a implantação do sistema eletrônico de informação, e a inovação gerada no órgão devido a essa implantação os custos foram maximizados resultando na redução.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Senti falta de uma contextualização mais elaborada na problemática da pesquisa. Talvez pudesse ter sido explorada a questão da sistematização/informatização da gestão de estoques na contemporaneidade, mesmo que a mesma tenha sido apresentada no referencial teórico, mas assim o leitor entenderia aonde a pesquisa objetiva chegar. Senti falta também de uma justificativa para a realização da pesquisa. Além disso, ficou dúbia a questão do estoque que foi analisado. Quando se fala em estoque, tende-se a imaginar que se trata do estoque da operação da empresa (atividade fim), mas o estoque analisado foi estoque relacionado a produtos de almoxarifado. Não seria mais interessante acrescentar essa explicação no referencial teórico? E então na discussão de resultados ser explicado o tipo de estoque que está sendo analisado?

Seu artigo é muito bom, por se tratar de um tema atual e relevante para as empresas, e principalmente um orgão de extrema importância no contexto da sociedade que é o SEBRAE, uma contribuição ao seu trabalho para ficar melhor estruturado e ter base firme teórica seria se trabalhar a norma técnica de estoques, melhorar o referencial teórico sobre gestão de estoques com autores mais atuais, e fundamentar a importância na Contabilidade. Melhorar o referencial sobre inovação tecnológica, pois atualmete muito se discute em controles administrativos e controles de estoques, por impactar consideravelmente as Demonstrações Financeiras. Melhorar a análise e a conclusão com os dados do referencial. Não seria melhor evidenciar o tipo de estoque a ser trabalhado já no referencial? Seu artigo têm grande relevância.

Foto do Usuário Wesley Alves Pereira 09-02-2021 12:50:35

Existem frases desconexas e soltas. O resultado apresentado poderia ter sido mais amplo, demonstrando as impactos econômicos e financeiros gerados com esta redução.