Neoliberalismo e a reprodução de práticas discursivas anti-cotas nos grupos historicamente discriminados: uma análise crítica.

Temas: Administração Pública


Certificado de publicação:
Certificado de Luís Felipe Oliveira Alves da Silva

Acessos nesse artigo: 1


AUTORIA

Luís Felipe Oliveira Alves Da Silva , André Ferreira

ABSTRACT
Este trabalho relaciona o neoliberalismo, especificamente o conceito de neoliberalismo de baixo para cima desenvolvida por Gago (2018), às críticas ao sistema de cotas brasileiro direcionadas por indivíduos pertencentes a minorias étnicas e raciais, reforçando o enraizamento de ideias neoliberais nas camadas mais populares da sociedade. A possível atuação dos think tanks da direita brasileira pode justificar a padronização discursiva dos formadores de opinião, contribuindo para o enraizamento de tais ideias neoliberais. No Brasil, formadores de opinião oriundos de grupos minoritários e muitas vezes marginalizados, reforçam este conceito ao adotarem práticas discursivas neoliberais, como menor intervenção estatal e se posicionar contra o sistema de cotas, defendendo a meritocracia. O sistema de cotas enfrenta críticas dentro da própria universidade, também associadas à ideia de meritocracia. Desconstruindo tais argumentações, os conceitos de Estado mínimo e de livre mercado esbarram no fato de o ideal de mercado perfeitamente concorrencial estar longe da realidade, enfraquecendo a mão invisível do mercado. A questão meritocrática não é rechaçada pelas cotas, pois a concorrência por vagas permanece, embora sob um novo contexto. Considerando estudos que mostram o aumento da população negra nas universidades, o sistema de cotas cumpre, em última análise, o que se propõe a fazer: democratizar o acesso ao ensino superior.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Delmiro Gomes Da Silva Neto 09-02-2021 12:50:35

Trabalho muito coeso e muito bem redigido.Como sugestão deixo a possibilidade de aprofundamento na pesquisa com abordagem mais centrada sobre o que seria e quais as consequências da política da meritocracia na sociedade brasileira. Como indagação, faço a seguinte pergunta ao redator do trabalho:Qual seria a efetiva influência dos think tanks no cenário político-eleitoral brasileiro?

Foto do Usuário Paulo éverton Mota Simões 09-02-2021 12:50:35

Texto muito oportuno e crítico! Vcs não acham que utilizar os termos "discurso" e "práticas discursivas" sem apresentar referencial teórico-metodológico de alguma vertente da análise do discurso cria uma expectativa no leitor? Pelo título e resumo eu cogitei que seria uma análise do discurso.