Estudo exploratório sobre adoção de recursos tecnológicos como apoio no registro das movimentações financeiras em propriedades rurais no Brasil.

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agronegócios

Acessos neste artigo: 3


Certificado de publicação:
Certificado de Adilson Aparecido Lançoni

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Adilson Aparecido Lançoni , Celso Da Costa Carrer , Luciene Rose Lemes , César Gonçalves De Lima

ABSTRACT
O Brasil possui 5.073.324 estabelecimentos rurais, segundo o Censo Agropecuário do IBGE (2017), que contribuem na geração de empregos diretos na ordem de 15.105.125 pessoas. O setor também se destaca no cenário mundial na produção e exportação de produtos agrícolas e pecuária, entre eles, soja, açúcar, frango, carnes bovinas e suínas com relevância contribuição na balança comercial Brasileira. De acordo com Herrero e Thorton (2013), estima-se que até 2050 a população mundial será de 9 bilhões de pessoas e 40% da necessidade de alimentos para o mundo será produzida pelo Brasil, o que exigirá além de inovações tecnológicas de manejo produtivo, subsídios agrícolas, políticas governamentais, entre outras. A prática sistêmica de gestão eficiente dos recursos operacionais e financeiros é cada vez mais demandada pelo agronegócio. Neste sentido, os estabelecimentos rurais precisam se preparar para atender o aumento dramático dessa demanda crescente de mercado. Para isso, precisam se preocupar com os aspectos relacionados aos recursos tecnológicos de produção, inovação, rentabilidade e geração de caixa para perpetuidade dos negócios. Para contribuir com essas questões a pesquisa procurou identificar como as propriedades rurais estão estruturadas, se de forma familiar, capitalista ou de arrendamento. Constatou-se que a maioria (78%) estão estruturadas de forma familiar (exploração pelo agricultor e sua família), 93% possuem alguma prática de registro das movimentações financeiras, seja por uso de tecnologia ou não, com destaque de 39% pelo uso de papel como única opção de apoio na gestão na propriedade. Foi constatado também que não há nenhuma relação entre a forma de constituição da empresa com a aderência pelo uso de recursos tecnológicos para registro das movimentações financeiras. Variáveis como o nível de educação do responsável pela gestão na propriedade rural de mostraram mais importantes para uma gestão mais complexa e eficaz.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Jorge Chiapetti 09-02-2021 12:50:35

O artigo está um pouco confuso quanto aos objetivos e a amostra não é significativa para representar uma realidade das propriedades do Brasil.

Foto do Usuário Ladislau Junio De Resende Melo 09-02-2021 12:50:35

Trabalho interessante e relevante, uma vez que se trata da forma de condução financeira de um dos pilares da economia brasileira. Porém, deve-se observar que a amostra não é significativa em nível nacional.