Qualidade de vida no trabalho em servidores públicos Estaduais: estudo em uma IES Nordestina

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Administração Pública

Acessos neste artigo: 4


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Rafaela Gomes Aguiar , Juliana Carvalho De Sousa

ABSTRACT
Os estudos sobre a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) vêm se sobressaindo nos últimos anos por organizações e o bem-estar. O objeto da pesquisa consiste em identificar como os profissionais de uma instituição pública percebem a Qualidade de Vida no Trabalho e de que forma estes são afetados dentro do contexto organizacional além da verificação da adequação do modelo de Walton (1973). Acerca da metodologia, esse estudo está articulado através de uma pesquisa descritiva. No tocante ao plano de tratamento e análise de dados foram feitas uma análise quanti-quali. Para fins dessa pesquisa obteve-se um total de 337 respondentes e no segundo momento foram feitas 31 entrevistas. Sobre a análise e discussão dos resultados, utilizou-se da estatística descritiva, análise fatorial exploratória (AFE), e o teste não paramétrico de Mann-Whitney. A análise quantitativa dos dados mostra que não houve uma total compreensão acerca dos questionamentos sobre a QVT por parte dos respondentes. Sobre as considerações finais, tem-se que essa não conformidade pode ser explicada pelo fato da escala de Walton (1973), utilizada amplamente em diversos estudos sobre QVT, medir apenas a OPINIÃO e não a PERCEPÇÃO.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários

excelente artigo, com rigor científico e metodológico necessário.

Foto do Usuário Mayza Nazareth Silva De Andrade 09-02-2021 12:50:35

O tema tratado é de grande relevância e o trabalho foi muito bem estruturado com o devido rigor científico e metodológico. Minha única consideração se refere as referências, senti falta de algo mais atual. Nesse contexto, qual a importância da QVT, em relação ao cenário crítico que vivemos? Visto que em tempos de pandemia, algumas pessoas estão trabalhando mais em casa, se comparado ao trabalho presencial. Além disso, algumas pessoas não conseguem controlar seu tempo de trabalho e lazer.

Artigo muito bem elaborado e com um ótimo referencial teórico, metodologia bastante robusta que deu uma consistência robusta ao trabalho.