Qualidade das Informações Financeiras e Remuneração Executiva em Companhias Abertas Brasileiras

Temas: Contabilidade


Certificado de publicação:
Certificado de Gláucio Augusto

Acessos nesse artigo: 2


AUTORIA

Juliano Augusto Orsi De Araujo , Gláucio Augusto

ABSTRACT
Neste estudo investigamos a relação entre a remuneração de executivos e a qualidade das informações financeiras publicadas pelas companhias abertas brasileiras. A teoria da agência prediz que a remuneração é uma das formas que a empresa dispõem para os acionistas controlarem as ações dos executivos. No entanto, historicamente, os pacotes de remuneração estão condicionados ao desempenho econômico financeiro das companhias. Com o passar do tempo, executivos foram incorporando em suas ações as escolhas contábeis a seu favor, comprometendo a continuidade da empresa. De outro lado, a contabilidade oferece indicadores de qualidade do lucro divulgado pela empresa. A partir de um estudo descritivo e quantitativo, analisamos a influência das proxies de qualidade do lucro sobre a remuneração executiva oferecida aos profissionais de 201 companhias abertas brasileiras. Os achados contrariaram nossas expectativas, apontando que há um uso excessivo de escolhas contábeis a favor do executivo e nenhuma relação com aquelas proxies que garantem a perpetuidade dos negócios. O trabalho contribui com as discussões teóricas sobre a relação de agência e propõe indicadores para contribuir com as políticas de remuneração que assegurem um maior controle das ações por parte dos acionistas.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Rafaela Da Silva Gomes 09-02-2021 12:50:35

Olá caros autores, o artigo possui um tema bastante relevante, mas apresenta erros de gramática simples, mas que não afetou em nada o conteúdo. Achei que a regressão não ficou clara faltou informação e esclarecimento. Assim os resultados também ficaram jogados.

Foto do Usuário Roberta Carvalho De Alencar 09-02-2021 12:50:35

O tema é interessante e atual, mas os autores foram bastante econômicos na exposição da pesquisa feita. Senti falta de uma melhor contextualização do assunto, antes de enunciar o objetivo da pesquisa, assim como uma revisão bibliográfica aprofundando a temática, que permitiria justificar as hipóteses. A análise também carece de aprofundamento.