UM OLHAR SOBRE AS IMBRICAÇÕES ENTRE NORMATIZAÇÃO CONTÁBIL INTERNACIONAL E GOVERNANÇA CORPORATIVA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Contabilidade

Acessos neste artigo: 2


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível
AUTORIA

Antonio Dias Pereira Filho

ABSTRACT
Este trabalho tem por objetivo analisar as imbricações entre normatização contábil internacional e governança corporativa, a fim de revelar o modo de governança preconizado pelo IASB, bem como identificar os principais efeitos positivos e negativos associados à adoção das normas IFRS. Para encimar tal propósito, o estudo recorre à revisão de literatura. A análise desta revela que, sob a ótica do capital financeiro, a adoção das IFRS tem, em geral, contribuído para o melhor funcionamento dos mercados financeiros, a ampliação do acesso aos recursos, a redução do custo de capital e a proteção dos investidores. Entretanto, a sua lógica centrada, essencialmente, nas demandas dos provedores de capitais tem igualmente ajudado a reforçar o modo dominante de governança corporativa e, consequentemente, relegado a um plano secundário os demais usuários legítimos da contabilidade e suas demandas específicas. A análise realizada permite, portanto, depreender que a normatização contábil internacional e o modo de governança corporativa por ela engendrado parecem não coadunar com os verdadeiros anseios da sociedade contemporânea em matéria de informação acerca das atividades empresariais, bem como de seus diferentes resultados e impactos.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Oderson Panosso 09-02-2021 12:50:35

O tema é bem interessante, porém caberia aprofundar em quesitos que discorrem sobre o que pode ajudar a entender as normas para governança.

Artigo bem escrito, apresenta contribuição para o tema.