Atenção Psicossocial e a interface com a Atenção primária à Saúde: a inserção de grupos de saúde mental como prática possível

Temas: Educação Física, Nutrição, Fisioterapia e áreas afins na Gestão, Educação e Promoção da Saúde


Certificados:
Não disponível

Acessos nesse artigo: 1


AUTORIA

Cosme Rezende Laurindo , Marta Libanório Sette , William Ávila De Oliveira Silva

ABSTRACT
Os grupos são instrumentos de intervenção psicossocial de domínio dos profissionais da Atenção Primária à Saúde (APS) que possibilitam trocas de experiências e transformações subjetivas. Trata-se de uma modalidade assistencial potente para atender à demanda de uma nova concepção de cuidado proveniente a partir da Reforma Psiquiátrica Brasileira, que privilegia a atenção psicossocial, o território e a desinstitucionalização. Este estudo objetivou desvelar a inserção dos grupos de Saúde Mental nas Unidades de Atenção Primária à Saúde, compreendendo as vias de implementação, a partir do apontamento da interface entre a APS e a Saúde Mental. Trata-se de uma revisão bibliográfica, não sistematizada, com subsequente discussão das referências lidas para elaboração do texto final. O texto foi divido nos seguintes eixos temáticos: Reforma Psiquiátrica Brasileira e Atenção Psicossocial; Saúde Mental e Atenção Primária à Saúde; e Grupos de Saúde Mental e Unidades de Atenção Primária à Saúde. Percebe-se que a prática grupal atende à dinamicidade das demandas da comunidade, bem como é prática possível de se aquedar à infraestrutura dos serviços, podendo ser realizada de maneiras distintas. Os profissionais podem procurar pela metodologia que melhor se adequa ao seu processo de trabalho, o que favorece a sua aplicabilidade. Pôde-se perceber a potência que os grupos têm para romper com a lógica curativa, possibilitando um cuidado libertador.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Marco Alexandre Leite Teodoro 09-02-2021 12:50:35

Excelente abordagem, bem elaborado e exposição do tema de forma clara e objetiva. O questionamento fica sobre os estigmas que muitos profissionais da saúde praticam com esses pacientes, o que nós como profissionais podemos fazer para mudar essa visão.

O tema do trabalho é relevante e segue a proposta apresentada.

Foto do Usuário Daniele Knopp Ribeiro 09-02-2021 12:50:35

Trabalho coeso, com temática relevante e atual. Parabéns!

Foto do Usuário Marina Rosas 09-02-2021 12:50:35

Tema relevante e atual. Trabalho coeso e bem escrito.

Foto do Usuário Gustavo Piazzi Alves 09-02-2021 12:50:35

Proposta de trabalho coerente, bem elaborada e desenvolvida, com temática relevante.