ANÁLISE DA RELAÇÃO ESTRATÉGICA ENTRE CONHECIMENTO, CULTURA E GESTÃO ORGANIZACIONAL

Temas: Gestão estratégica


Certificados:
Não disponível

Acessos nesse artigo: 1


AUTORIA

Nicéia Luzia Selete Silva

ABSTRACT
Conhecimento, cultura e gestão organizacional são utilizados nos modelos de estratégias de negócios há alguns anos. Diferentes pesquisadores estudam a aplicação destes conceitos que tornam-se práticas totalmente subjetivas no contexto empresarial, buscando a objetividade de modelos de gestão que otimizem os resultados do capital humano nas organizações.
Os estrategistas buscam incansavelmente a melhor fórmula, a combinação perfeita para transformar o esforço do trabalho humano em resultados produtivos continuamente eficazes, e aliás, sempre mais e mais eficazes, ampliando o ganho da organização por “unidade” de mão-de-obra bem como pelo todo funcional. Tornou-se fundamental compreender esta relação da subjetividade dos diversos conhecimentos possíveis em um ser humano, tal qual em um grupo social e como isso gera e interfere em sua cultura ou, ao contrário como e quanto a cultura interfere no acumulo de conhecimento.
Desde que se compreende as empresas como elementos sociais, tal estudo é importante para a elaboração de melhores modelos de gestão estratégica, não perdendo de vista a importância do ser humano para as organizações empresariais, sendo a mola propulsora de qualquer resultado produtivo.
Este estudo teve como objetivo analisar a relação estratégica entre conhecimento, cultura e gestão organizacional, para promover reflexões de ordem científica para a melhoria da prática empresarial no que tange seus modelos de gestão. 
A pesquisa utilizou os métodos indutivos, bibliográficos e funcionalista. 
E, concluiu-se que as organizações necessitam de pessoas, então se descobrem como organismos vivos com vocação à lucratividade mas, com necessidade de desenvolver novos talentos, tal como o educacional e o cultural. Estimular valores e desenvolvimento humano é fonte de fortalecimento cultural e de conhecimento que leva a maior qualidade nos resultados de qualquer tarefa desenvolvida pelas pessoas no contexto de trabalho.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Rose Mary Santos De Amorim 09-02-2021 12:50:35

Prezada Nicéia, parabéns pela relevância da temática em estratégias empresariais. Qual estratégia deve ser adotada para viabilizar, o conhecimento, a cultura e a gestão organizacional?

Foto do Usuário Paulo Pinto Da Costa Da Luz 09-02-2021 12:50:35

A proposta e o tema estão suficientemente explorados e fundamentados. Apenas chamo a atenção para o "Papel Gerencial" o qual, esta enfatizado e registrado em nível de importância, porém, talvez fosse necessário explorar de forma mais evidente, os impactos advindos das sucessivas trocas de gerentes. Atualmente, essas substituições não vem permitindo, tempo suficiente, para que esses conhecimentos possam se materializar e evidenciar praticas de sucessão, e muitpo menos consigam influenciar de forma eficaz a cultura organizacional. Parabéns!!!

Sugestão: ABORDAGEM DO APRENDIZADO ORGANIZACIONAL E GESTÃO DO CONHECIMENTO A LUZ DOS PRESSUPOSTOS DE PETER SENGE ENRIQUECERIA BASTANTE A DISCUSSÃO DO TEMA UMA VEZ QUE ABORDA CULTURA, ARTE DE GERIR E LIDERAR. PERGUNTA: DIANTE DA EXIGÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DE NOVAS HABILIDADES NOS PROCESSOS QUE ENVOLVEM O CONTEXTO ORGANIZACIONAL, COMO GERIR A FLEXIBILIDADE E A REDEFINIÇÃO DE CULTURA?