Utilização da Gestão de Projetos na Implantação de Comedouros e Bebedouros para Animais Abandonados

Temas: Terceiro Setor e Responsabilidade Social


Certificado de publicação:
Certificado de Maria Luiza Silva de Souza
Certificado de Elisângela Sousa Pessoa
Certificado de Maria Idarlene da Costa Cordeiro

Acessos nesse artigo: 1


AUTORIA

Maria Idarlene Da Costa Cordeiro , Elisângela Sousa Pessoa , Jéssica Leandra Da Silva , Assiziane Rayane Da Silva , Maria Luiza Silva De Souza , Tatiane Karla Freitas Da Costa , Diogo De Menezes Cortês Bezerra

ABSTRACT
O intuito deste artigo é apresentar a aplicação de um projeto para animais de rua utilizando a metodologia de gestão de projetos. O abandono de animais é crime, de acordo com a lei Federal 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais). Art.32 - Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. Os abandonos mais comuns são os que acontecem em parques, praças, estradas e portas de petshops. As ONGS de proteção e adoção de animais acolhem os pets abandonados em situação de vulnerabilidade e cuidam até o momento da adoção dos mesmos, é essencial que a população se conscientize da importância de hidratar e alimentar os animais de rua. Podem-se usar metodologias de diversas formas para auxiliar na implantação de projetos sociais, como as metodologias kanban, corrente crítica (CCPM), metodologia da cadeia de eventos (ECM) e lean six sigma. No geral o objetivo de projetos voltados para animais é que se obtenha redução dos mesmos nas ruas, que sejam tratados de maneira correta, visando trazer proteção, abrigo e alimentação. A pesquisa realizada no presente artigo é classificada como qualitativa e descritiva. Pois há uma relação entre o mundo e o sujeito além daquela traduzida em números, existe o ato onde o pesquisador tende a analisar seus dados indutivamente. O maior desafio de alguns projetos é conseguir trazer a conscientização para os moradores, que cuidem não só dos seus animais como também os que vivem na rua, é necessário demonstrar o quanto é necessário que estes animais sejam ajudados. O projeto Nutripets utilizou a Gestão de Risco de forma qualitativa para saber qual a probabilidade de alguns riscos acontecerem e quais os seus impactos. Os resultados que poderão ser obtidos com projetos voltados para animais de rua são gigantescos, os principais beneficiados são os próprios animais e a sociedade. Combater o problema é fundamental, sendo ainda mais importante fazer com que isso não continue acontecendo. O projeto NutriPets quer fazer com que o maior número de animais que passam por essa situação seja reduzido.

Para participar do debate desse artigo, .


Comentários
Foto do Usuário Débora Gomes Da Cruz Ataíde 09-02-2021 12:50:35

Artigo muito bem escrito, e principalmente, de tocar o coração. Ao ler o título eu já sabia que ia gostar, mas no desenvolver da leitura, admito ter ficado encantada. Aplaudo os autores de pé! Lamento muito que a COVID tenha atrapalhado o andamento da implantação dos comedouros e bebedouros, mas estou certa que poderão dar continuidade assim que as coisas melhorarem. O artigo tem boa base bibliográfica, bons gráficos e ao meu ver atingiu todos os objetivos propostos. Minha humilde sugestão é simplesmente que continuem trabalhando em cima de projetos como esse, e contem com meu apoio. Questiono aos autores se há outras propostas de estudos relacionadas aos animais?

Foto do Usuário Luciano Da Silva Ferreira 09-02-2021 12:50:35

Parabéns pelo trabalho, é um tema sensível à sociedade. Algumas citações não aparecem nas referência como por exemplo Salamon (2008, p.82) e Delabary (2012), não foi seguida a norma ABNT nas referências. Os objetivos específico não precisam ser uma descrição total dos passos adotados e sim alguns objetivos que são essenciais para se alcançar o resultado final, não precisa por exemplo citar que vai fazer uma revisão bibliográfica. O objetivo do projeto é apresentar o uso da metodologia de projetos, nos resultados fala-se em resultados de potencial gigantescos e mais adiante que os resultados foram em geral positivos, mas enfim qual foi o resultado? O quanto é melhor usar a gestão de projetos se comparada com o não uso? O texto abaixo é uma cópia integral de outro na internet (https://fia.com.br/blog/projetos-sociais/) e sem citação: "Geralmente voltados para a educação formal, serviços de promoção à cultura e o empoderamento econômico, os projetos sociais são capazes de mudar a perspectiva de vida de uma pessoa, de famílias e de comunidades inteiras. A sua atuação é especialmente importante em um país como o nosso, onde o Estado não consegue se fazer presente em todas as partes do território, deixando milhares de pessoas desamparadas. As iniciativas acabam preenchendo essa lacuna deixada pelo poder público, oferecendo uma possibilidade de desenvolvimento social e econômico para uma parcela da população esquecida" Problemas como esse e a falda das citações nas referências comprometem o resultado.

Foto do Usuário Nilceia Cristina Dos Santos 09-02-2021 12:50:35

Sugestão: inserir comentários entre as figuras 4 a 10 e não simplemente inseri-las. Não percebi no artigo a forma com o projeto se sustentará ao longo dos anos, ou se será somente temporário (experimento). Inserir como risco denúncia de vizinhos. Conheço várias protetoras independentes que passaram por isso.