A IMPORTÂNCIA DO USO PÚBLICO EM UNIDADES DE CONSERVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO LOCAL DE MICRORREGIÕES VIA TURISMO ECOLÓGICO, ESTUDO DE CASO DA APA DO SANA, MACAÉ/RJ

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Administração Ambiental

Acessos neste artigo: 2


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Julianne Alvim Milward De Azevedo , Tomas Carnaval De Oliveira Brod

ABSTRACT
O Brasil apresenta diversas áreas públicas protegidas em território nacional. Estes espaços são atraentes para a visitação por distintos grupos sociais, com vista à visualização de paisagens distintas daquelas encontradas nos espaços urbanos e, pode possibilitar o desenvolvimento local. O estudo visa expor a importância do uso público em unidades de conservação no país, com especial atenção ao turismo ecológico com vista ao desenvolvimento local de microrregiões que dependem diretamente dessa atividade como forma de geração de renda. Para tal, o foco reside na exposição da APA do Sana, localizada na região nordeste do estado do Rio de Janeiro, no município de Macaé. A pesquisa realizada quanto aos fins foi exploratória e descritiva. Quanto aos meios de investigação, a pesquisa foi documental, bibliográfica, trabalho de campo e estudo de caso. Conclui-se que a criação da APA do Sana foi um fator significativo para a comunidade local, haja vista o perfil turístico do Distrito, onde ela se encontra localizada. Faz necessário o desenvolvimento e implementação de políticas públicas que incentive o turismo ecológico, com vista promoção de um desenvolvimento local sustentado, que traga benefícios aos moradores e, que tenha por base a promoção da preservação do meio ambiente, a conscientização ambiental e a geração de renda.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Fabrício Souza Ribeiro 09-02-2021 12:50:35

Texto possui tema relevante e com análise crítica. Bem escrito, linguagem simples e leitura fluida. Apresenta estrutura bem detalhada. Contextualizou bem o problema e local de pesquisa, entretanto, recomenda-se para desenvolvimento posterior, o aprofundamento nas relações de poder do território, estas que mostram as divergências de práticas no local. Ainda nesse foco, é interessante explorar mais as possibilidades de auto-gestão do território (Já que essas se mostraram satisfatórias) e apontar quais são as políticas públicas recomendadas para o local, bem como os entraves que impedem a sua execução. Ótimo estudo que tem potencialidade muito grande para auxiliar no desenvolvimento territorial.